Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

STF arquiva investigação sobre suposto recebimento de propina por Aécio Neves

Defesa afirmou que decisão demonstra 'mais uma vez, a covardia e falsidade das acusações feitas contra o parlamentar'

Brasília|Gabriela Coelho, do R7, em Brasília

STF arquiva investigação contra Aécio Neves
STF arquiva investigação contra Aécio Neves STF arquiva investigação contra Aécio Neves (Najara Araujo/Câmara dos Deputados - 07.04.2021)

Por quatro votos a um, a Segunda Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) determinou o arquivamento de um inquérito aberto pela PGR (Procuradoria-Geral da República) contra o deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG) por suposto recebimento de propina por uma empreiteira. Em nota, a defesa afirmou que a decisão demonstra "mais uma vez, a covardia e falsidade das acusações feitas contra o parlamentar".

"Essas falsas acusações são resquícios de uma época em que o Estado Democrático do Direito Brasileiro foi atacado e ameaçado pelo projeto pessoal de poder de alguns membros de algumas instituições, que lançaram denúncias indevidas contra as lideranças de diversos partidos políticos do país. A verdade, mais uma vez, prevaleceu", disse a defesa. 

Prevaleceu o entendimento do ministro Gilmar Mendes, que propôs o encerramento por "não haver indícios para continuar a investigação". Mendes foi seguido por André Mendonça, Nunes Marques e Dias Toffoli. O ministro Edson Fachin votou por enviar o caso para a Justiça de Minas Gerais.

Os ministros analisaram uma investigação em 2020 após uma delação premiada. Na oportunidade,foi dito que houve o pagamento de suposta propina em contratos da empreiteira em obras no estado de Minas Gerais.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.