Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Mulher se vinga após vizinho bloquear vaga por dois anos e meio: 'Tive que rastejar pelo porta-malas'

Após não conseguir tirar o carro do lugar, pois veículo do homem estava no caminho, ela estacionou em todos os espaços

Hora 7|Maria Cunha*, do R7

Mulher se vingou de vizinho após ele bloquear vaga dela por dois anos
Mulher se vingou de vizinho após ele bloquear vaga dela por dois anos Mulher se vingou de vizinho após ele bloquear vaga dela por dois anos

Uma mulher cansou de brigar com o vizinho por causa de uma vaga de estacionamento e decidiu se vingar. A vaga dela é fechada por paredes, então, se alguém estacionar muito perto, pode bloqueá-la — exatamente o que o homem faz há anos, segundo o jornal britânico The Mirror. 

“Sabíamos que se alguém estivesse na vaga ao lado da nossa, deveríamos sempre estacionar em outro lugar e usar nossa vaga quando houvesse espaço para dirigir", explica a mulher, que permaneceu anônima. "Em vez de estacionar em outro lugar, como fazíamos quando ele estava, ele estacionou 1/3 na nossa vaga, bloqueando-nos deliberadamente e impedindo-nos de sair de casa."

Em uma postagem na rede social Reddit, ela contou que decidiu então dar a ele um gostinho de seu próprio veneno e estacionou em todas as vagas para que ele não pudesse parar próximo. "Eu estacionei bem no meio de nossas duas vagas e bloqueei totalmente a área."

Os problemas aumentaram quando o homem deixou mensagens agressivas no carro da vizinha dizendo para a dona do veículo não usar o próprio estacionamento, pois ele lutava para encaixar o automóvel dele ao lado do dela. 

Publicidade

"Quando fui para o meu carro, recebi notas dele dizendo que 'em nome de todos os residentes' — não era — eu precisava estacionar em outro lugar. Foi uma tentativa de me culpar na frente dos outros carros como desculpa para o que ele fez mais tarde: estacionou horizontalmente na frente do meu carro, bloqueando todos os residentes de se moverem."

Leia também

O final da história, no entanto, foi pacífico. Depois de um tempo, ela optou por pagar outro estacionamento, para evitar o confronto com o vizinho.

Publicidade

"Depois de dois anos e meio desde que isso começou, eu comprei um carro novo. Eu não queria pagar por estacionamento ou danos adicionais, então usei minha própria vaga. Claro que imediatamente fui bloqueada — a certa altura, tive que rastejar pelo porta-malas, tirar o freio de mão e puxar fisicamente o carro para fora da vaga. Chega!", afirmou a mulher. 

*Estagiária do R7, sob supervisão de Fabíola Glenia

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.