Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Múmia de 1.500 anos é encontrada 'usando' tênis de marca famosa: relembre o caso

A alta altitude e o ar do mar ajudaram a preservar o corpo, mas foram os sapatos de aparência familiar que chamaram atenção

Hora 7|Maria Cunha*, do R7

Sapatos encontrados em cadáver pareciam tênis da marca Adidas
Sapatos encontrados em cadáver pareciam tênis da marca Adidas Sapatos encontrados em cadáver pareciam tênis da marca Adidas

Historiadores antigos e teóricos da conspiração de viagem no tempo se uniram depois que uma múmia de 1.500 anos foi encontrada "usando tênis" que seriam da marca Adidas.

O caso ocorreu em 2016, quando os restos mumificados de uma mulher foram encontrados em uma caverna da Mongólia — a 2.800 m acima do nível do mar —, nas profundezas das montanhas de Altai.

A alta altitude e o ar do mar ajudaram a preservar o corpo, afirmou o Centro de Patrimônio Cultural da Mongólia. Ao lado do cadáver também estavam uma chaleira de ferro, um vaso de barro e uma tigela.

No entanto, não foram os restos mortais, a roupa nem outros itens que causaram polêmica, mas sim os sapatos, de aparência extremamente familiar. 

Publicidade

Muitas pessoas notaram que eles se pareciam com um clássico par de tênis Adidas branco com listras vermelhas e pretas da linha de botas de snowboard da empresa.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia no Telegram

Na rede social Reddit, uma pessoa escreveu: “Espere até que a Adidas descubra, eles podem processar por violação de direitos autorais”.

Publicidade

Já outro usuário comentou: “M**** de viajantes do tempo, aqui estão eles, poderiam estar prevenindo desastres e tudo mais, mas não, estão ali ensinando faraós a fazer tênis da Adidas".

Um terceiro ainda disse: “Viagem no tempo confirmada”.

Publicidade

Leia também

Mais tarde, descobriu-se que o corpo era de uma costureira turca, que fez os sapatos por volta do ano 900 e morreu com um golpe no crânio.

Assim, é provável que ela mesma tenha criado os "tênis", em vez de ter viajado no tempo até uma loja para comprá-los. No entanto, ninguém pode ter certeza de qual é a verdade.

“Com essas listras, quando a descoberta foi tornada pública, eles foram apelidados de sapatos Adidas. Nesse sentido, são um objeto de estudo interessante para etnógrafos, principalmente quando o estilo é muito moderno", concluiu Galbadrakh Enkhbat, diretor do Centro de Patrimônio Cultural.

*Sob supervisão de Filipe Siqueira

Múmia de mais de 600 anos é encontrada em bolsa térmica de entregador no Peru

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.