Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Alemanha sugere que Ocidente vai treinar militares da Ucrânia

Capacitação se limitaria a tanques alemães Leopard, que ainda não chegaram para reforçar linhas para combater invasão russa

Internacional|Do R7, com AFP

Polônia, vizinha à Ucrânia, já possui tanques alemães Leopard, que podem reforçar tropas de Kiev
Polônia, vizinha à Ucrânia, já possui tanques alemães Leopard, que podem reforçar tropas de Kiev Polônia, vizinha à Ucrânia, já possui tanques alemães Leopard, que podem reforçar tropas de Kiev

O ministro da Defesa da Alemanha, Boris Pistorius, disse nesta terça-feira (24) que os países aliados podem começar a treinar os militares ucranianos para utilização de tanques Leopard, de origem alemã, mesmo que a decisão de Berlim entregar esses veículos ao governo de Volodimir Zelenski continue pendente.

"Encorajei expressamente os países sócios que possuem tanques Leopard prontos para uso a treinar as forças ucranianas nestes veículos", disse o ministro alemão.

A Polônia pediu hoje a permissão da Alemanha para entregar unidades dos tanques Leopard à Ucrania. Ainda não houve resposta.

Leia também

Também nesta terça, o secretário-geral da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), Jens Stoltenberg, disse hoje que espera uma "rápida" decisão sobre o envio dos tanques Leopard para a Ucrânia.

Publicidade

"Temos que fornecer à Ucrânia sistemas mais pesados e mais avançados, e temos que fazer isso mais rapidamente", disse Stoltenberg durante uma visita a Berlim. "Abordamos o assunto dos veículos de combate. As consultas entre os aliados continuarão e confio que em breve tenhamos uma solução", acrescentou Stoltenberg.

Renúncia no Exército

Várias autoridades ucranianas anunciaram sua renúncia nesta terça-feira (24) após revelações sobre as supostas compras de suprimentos para o exército a preços inflacionados, disseram autoridades em meio à invasão russa.

Publicidade

Entre os altos funcionários que renunciaram estão o vice-ministro da Defesa, Vyacheslav Shapovalov, encarregado do apoio logístico às Forças Armadas, o vice-chefe da administração presidencial, Kirilo Timoshenko, e o vice-procurador-geral, Oleksii Simonenko.

" gallery_id="63a334e419d2240ea20009b6" url_iframe_gallery="noticias.r7.com/internacional/alemanha-sugere-que-ocidente-vai-treinar-militares-da-ucrania-24012023"]

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.