Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Buscas por helicóptero que levava presidente do Irã seguem em meio a mau tempo

A agência de notícias estatal chegou a afirmar que o local do acidente havia sido encontrado, mas a informação foi removida pouco depois

Internacional|Do R7

Buscas por helicóptero que caiu com presidente do Irã (Ali Hamed Haghdoust/IRNA/Reprodução)

As buscas pelo helicóptero que transportava o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, continuam neste domingo (19) em meio ao mau tempo na região de Varzaqan, no noroeste do país. Por volta das 16h20, a Agência de Notícias da República Islâmica (Irna), veículo estatal do Irã, informou que as autoridades haviam encontrado o ponto exato do acidente, no entanto, a informação foi excluída das redes sociais momentos depois.

As buscas mobilizam 40 equipes de resgate, além de drones e montanhistas. O helicóptero caiu em uma área montanhosa e de floresta, o que dificulta o acesso ao local. O presidente e uma comitiva com o alto escalão do governo iraniano voltavam da cerimônia de inauguração de uma barragem na fronteira do Irã com o Azerbaijão.

Agência estatal afirma que local onde helicóptero caiu foi encontrado (X/@IrnaEnglish)

“Equipes de resgate e drones foram enviados para a área, mas devido à impassibilidade da área, suas condições montanhosas e florestais, bem como condições climáticas desfavoráveis, especialmente neblina pesada, a operação de busca e resgate levará tempo”, informa a nota da agência estatal.

Inicialmente, interlocutores do governo afirmaram que se tratava de um “pouso de emergência”, mas após algumas horas passaram a tratar o caso como acidente.

Publicidade

Nas últimas horas, o vice-presidente iraniano para Assuntos Executivos, Mohsen Mansouri, afirmou que, apesar das preocupações, os indícios sugerem que o acidente foi provavelmente de baixa gravidade. Segundo ele, dois passageiros do voo conseguiram se comunicar com as equipes de resgate. Os nomes das pessoas que fizeram contato não foram divulgados.

Ebrahim Raisi, presidente do Irã (X/raisi_com)

O ministro do Interior, Ahmad Vahidi, também mencionou que houve contato com pessoas da equipe do presidente e afirmou que as condições de isolamento da região tornam a comunicação mais difícil. “Tendo em conta que a zona é montanhosa e é difícil estabelecer contato, esperamos que as equipes de resgate cheguem rápido ao local do incidente para nos dar mais informações”, disse.

Publicidade

A mídia local iraniana informa que está chovendo forte na área do distrito de Varzaghan e é difícil para as equipes de resgate e busca caminharem em meio ao nevoeiro.

O ministro da Saúde do Irã, Bahram Einollahi, informou à TV estatal que todo o equipamento médico, incluindo ambulâncias, médicos especialistas e cirurgiões, foram enviados para a área do acidente para ajudar possíveis feridos.

Publicidade

Ao todo, o comboio do presidente incluía três helicópteros, dois deles teriam pousado em segurança. Entre os membros da comitiva estava o ministro das Relações Exteriores do Irã, Hossein Amirabdollahian, o governador da província iraniana do Azerbaijão Oriental Malek Rahmati e o líder religioso Hojjatoleslam Al Hashem.

Quem é Ebrahim Raisi

Ebrahim Raisi tem 63 anos e é presidente do Irã desde 2021, quando venceu as eleições no país com 60% dos votos. Antes disso, ele teve uma longa carreira no judiciário iraniano, onde ocupou cargos como chefe do Poder Judiciário do Irã, além de ter atuado como procurador-geral de Teerã.

Raisi é conhecido por suas posições conservadoras. Ele também é um membro do clero xiita, tendo estudado em seminários religiosos importantes no Irã. Ele é visto como um potencial sucessor do líder supremo do país, o aiatolá Ali Khamenei.

O sistema político do Irã é dividido entre a ala política e a religiosa. No entanto, é o aiatolá quem tem a palavra final sobre as decisões do país.

A eleição como presidente foi marcada por controvérsias, tanto internas quanto internacionais, devido ao seu histórico de envolvimento em julgamentos e execuções em massa de prisioneiros políticos em 1988.

A relação do Irã com Israel também ficou mais tensionada durante o mandato de Ebrahim Raisi. Nesse período, o Irã intensificou o enriquecimento de urânio, dificultou as inspeções internacionais e apoiou a Rússia na invasão da Ucrânia. Além disso, o Irã lançou ataques com mísseis e drones contra Israel durante o conflito de Gaza.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.