Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Coreia do Norte mantém silêncio sobre soldado americano que entrou no país sem autorização

Pyongyang não estaria respondendo às tentativas de comunicação de Washington para obter informações sobre Travis King 

Internacional|Do R7

Soldado americano está preso após entrar na Coreia do Norte sem autorização
Soldado americano está preso após entrar na Coreia do Norte sem autorização Soldado americano está preso após entrar na Coreia do Norte sem autorização

A Coreia do Norte permaneceu em silêncio nesta quinta-feira (20) sobre um soldado dos Estados Unidos que se separou de um grupo de turistas e atravessou a fronteira fortemente fortificada entre o país e a Coreia do Sul dois dias antes, colocando Washington em um novo dilema diplomático em meio a um impasse militar já tenso.

Autoridades dos EUA disseram que Pyongyang não respondeu à comunicação dos militares norte-americanos sobre o soldado Travis T. King. A mídia estatal da Coreia do Norte, que no passado informou sobre a detenção de cidadãos norte-americanos, também não comentou o incidente até o momento.

Em discurso no Japão, o enviado especial dos EUA para a Coreia do Norte, Sung Kim, disse que os Estados Unidos estavam "trabalhando arduamente" para determinar a situação e o bem-estar de King e que estão ativamente empenhados em garantir sua segurança e seu retorno. Kim não forneceu nenhum detalhe.

Mais cedo, o porta-voz do Departamento de Estado, Matthew Miller, disse em uma reunião que o Pentágono havia "entrado em contato" com seus colegas do Exército Popular da Coreia do Norte sobre King.

Publicidade

"Meu entendimento é que essas comunicações ainda não foram respondidas", acrescentou.

O incidente ocorre em um momento de maior tensão na península coreana. O Norte tem continuado com os testes de mísseis balísticos, o último deles programado para coincidir com a chegada à Coreia do Sul de um submarino norte-americano equipado com mísseis balísticos nucleares, o que ocorre pela primeira vez desde a década de 1980.

Publicidade

Leia também

Na semana passada, a Coreia do Norte lançou seu mais novo míssil balístico intercontinental de combustível sólido que, segundo o país, teve o maior tempo de voo de todos os tempos, um teste que os especialistas descreveram como um sucesso "notável".

King, de 23 anos, estava em uma visita civil ao vilarejo de Panmunjom, na zona desmilitarizada entre os dois países, na terça-feira quando, de repente, atravessou correndo a Linha de Demarcação Militar que separa as duas Coreias desde que a Guerra da Coreia terminou em 1953 com um armistício.

Publicidade

King foi multado por agressão quando estava na Coreia do Sul e cumpriu pena de detenção antes de ser escoltado até o aeroporto na segunda-feira para embarcar em um voo da American Airlines para Dallas, no Estado norte-americano do Texas, de acordo com um relatório da mídia e um funcionário do aeroporto.

Depois de passar pelas verificações de segurança e no portão de embarque, ele disse aos funcionários da companhia aérea que havia perdido seu passaporte e retornou ao terminal, disse o funcionário do aeroporto à Reuters, sob condição de anonimato, porque não estava autorizado a falar com a mídia.

Na terça-feira, King estava com um grupo de cerca de 40 pessoas em uma excursão de um dia inteiro à Área de Segurança Conjunta.

Em uma cena caótica, King correu entre os icônicos prédios azuis que se encontram na fronteira e ultrapassou a linha, disse uma testemunha que estava na mesma excursão.

EUA mandam submarino com 20 mísseis nucleares após disparos e soldado detido na Coreia do Norte

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.