Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Coreia do Norte dispara dois mísseis balísticos após chegada de submarino nuclear americano

Projéteis foram lançados de um local próximo a Pyongyang e percorreram 550 km antes de cair no mar

Internacional|Do R7

Coreia do Norte dispara dois mísseis balísticos após chegada de submarino nuclear à Coreia do Sul
Coreia do Norte dispara dois mísseis balísticos após chegada de submarino nuclear à Coreia do Sul Coreia do Norte dispara dois mísseis balísticos após chegada de submarino nuclear à Coreia do Sul

A Coreia do Norte disparou dois mísseis balísticos em direção ao mar, anunciou o Estado-Maior do Exército sul-coreano nesta quarta-feira (19, noite de terça em Brasília), horas depois da chegada de um submarino americano com ogivas nucleares à Coreia do Sul.

O lançamento foi detectado pelo Estado-Maior de Seul, explicou a agência de notícias estatal Yonhap, que afirmou que os projéteis foram lançados da região de Sunan, em Pyongyang, e percorreram 550 quilômetros antes de cair no mar do Leste, também conhecido como mar do Japão.

O comando militar sul-coreano denunciou os disparos como "atos de provocação significativa" e uma clara violação às resoluções do Conselho de Segurança da ONU contra o desenvolvimento do programa armamentista e nuclear da Coreia do Norte.

O Ministério da Defesa do Japão também detectou os mísseis. "Estamos analisando os detalhes, mas avaliamos que [os projéteis] caíram fora da Zona Econômica Exclusiva do Japão, a leste da península da Coreia", publicou a pasta no Twitter.

Publicidade

O lançamento é o último de uma série de testes armamentistas de Pyongyang.

Há menos de uma semana, o líder norte-coreano Kim Jong-un supervisionou pessoalmente o disparo do mais novo míssil balístico intercontinental do país, o projétil movido a combustível sólido Hwasong-18.

Publicidade

Leia também

As relações entre as duas Coreias estão em um dos seus piores momentos, com a diplomacia estancada. Além disso, Kim pediu a seu regime que acelerasse o desenvolvimento de armamentos, incluindo armas nucleares táticas.

Em contrapartida, Seul e Washington intensificaram a cooperação na área de defesa, organizando exercícios militares conjuntos com jatos furtivos avançados e outro ativos americanos estratégicos.

Publicidade

Ademais, EUA e Coreia do Sul mantiveram, nesta terça-feira (18), a primeira reunião do Grupo Consultivo Nuclear em Seul e anunciaram a chegada de um submarino americano com armas nucleares ao porto de Busan pela primeira vez desde 1981.

O que se sabe sobre as centenas de mortes após jejum extremo praticado por seita no Quênia

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.