Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Mais de 400 mortos e 3.500 feridos em combates no Sudão, segundo a OMS

Pelo menos 9 crianças morreram na disputa entre o exército e os paramilitares pelo controle do país 

Internacional|Do R7

Combates entre exército e paramilitares deixaram mais de 400 mortos em cinco dias
Combates entre exército e paramilitares deixaram mais de 400 mortos em cinco dias Combates entre exército e paramilitares deixaram mais de 400 mortos em cinco dias

Os combates que eclodiram há quase uma semana no Sudão já deixaram mais de 400 mortos e 3.500 feridos, anunciou nesta sexta-feira (21) a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Um total de 413 pessoas morreram e 3.551 ficaram feridas, segundo informações divulgadas pela porta-voz da OMS, Margaret Harris, em entrevista coletiva em Genebra, na Suíça.

James Elder, porta-voz do UNICEF, observou que "pelo menos 9 crianças morreram nos combates e mais de 50 ficaram feridas".

"Infelizmente, sabemos que enquanto os combates continuarem, as crianças continuarão pagando o preço", acrescentou.

Publicidade

Ele também observou que os cuidados vitais prestados antes dos combates para cerca de 50 mil crianças gravemente desnutridas "foram interrompidos".

"As vidas dessas crianças estão ameaçadas", enfatizou.

Publicidade

Devido aos combates, muitas famílias ficaram presas, com pouco ou nenhum acesso a eletricidade, água, comida e remédios.

Leia também

O Sudão tem uma das taxas de desnutrição infantil mais altas do mundo, com mais de 600 mil crianças sofrendo de desnutrição aguda grave antes dos recentes combates, de acordo com o UNICEF.

Publicidade

Esta sexta-feira continuaram os confrontos entre o exército regular e os paramilitares, apesar dos repetidos apelos a um cessar-fogo por ocasião da festa do fim do Ramadã.

Fornecedor da Rússia, Irã ostenta arsenal de drones suicidas e letais que carregam até 50kg de bombas

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.