Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Negociadores russos e ucranianos obtêm 'pequenos avanços' sobre corredores humanitários

Terceira rodada de conversas entre os países teve como pauta principal a proteção de civis que tentam fugir da guerra na Ucrânia

Internacional|Do R7, com informações da AFP

Bandeiras da Ucrânia e da Rússia são vistas em mesa antes das negociações entre os países
Bandeiras da Ucrânia e da Rússia são vistas em mesa antes das negociações entre os países Bandeiras da Ucrânia e da Rússia são vistas em mesa antes das negociações entre os países

A terceira rodada de negociações entre representantes russos e ucranianos terminou nesta segunda-feira (7) com pequenos avanços nas questões da criação de corredores humanitários para a retirada de civis ucranianos do país.

O negociador da Ucrânia Mykhailo Podoliak disse pelo Twitter que considera os resultados alcançados no encontro desta segunda-feira "positivos" nas questões voltadas aos corredores.

"Conseguimos alguns resultados positivos na logística dos corredores humanitários", disse Podoliak, que também atua como assessor da Presidência ucraniana.

Por outro lado, o negociador russo Vladimir Medinsky considerou que o encontro entre os países "não correspondeu às expectativas" da Rússia.

Publicidade

"Esperamos que da próxima vez possamos fazer um avanço mais significativo", acrescentou ele em entrevista coletiva transmitida pelo canal de televisão público russo Rossiya 24. 

Durante a segunda rodada de negociações, na última quinta-feira (3), os negociadores russos e ucranianos concordaram com o estabelecimento de corredores humanitários para a saída de civis e com o término temporário das hostilidades ao longo das rotas de retirada.

Publicidade

Leia também

Já nesta segunda-feira, a vice-primeira-ministra ucraniana, Iryna Vereschuk, anunciou que o país rejeitou os corredores humanitários para Belarus e para a Rússia, propostos por Moscou. Segundo ela, a sugestão "não é uma opção aceitável".

O presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou que a Rússia expressa "cinismo moral e político" ao propor corredores humanitários que acabam levando refugiados ucranianos ao país. "Nada disso é sério. É um cinismo moral e político que me soa insuportável", disse o francês.

" gallery_id="621fce65c012ad204a00044d" url_iframe_gallery="noticias.r7.com/internacional/negociadores-russos-e-ucranianos-obtem-pequenos-avancos-sobre-corredores-humanitarios-28062022"]

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.