Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Presidente da Ucrânia visita linha de frente em Donetsk no Dia das Forças Armadas

Volodmir Zelenski agradeceu aos militares a atuação na guerra contra a Rússia e condecorou vários soldados

Internacional|Do R7


Presidente da Ucrânia, Volodmir Zelenski, visita a região de Donetsk, linha de frente na guerra
Presidente da Ucrânia, Volodmir Zelenski, visita a região de Donetsk, linha de frente na guerra

O presidente da Ucrânia, Volodmir Zelenski, deslocou-se nesta terça-feira (6) para a região de Donetsk, perto da linha de frente, onde visitou vários postos do Exército ucraniano no Dia das Forças Armadas, como ele mesmo anunciou em um vídeo.

Nas imagens, Zelenski é visto em frente a uma placa que indica a entrada da cidade de Sloviansk.

"Tradicionalmente, encontro-me neste dia na frente com nossos combatentes. Hoje estamos no Donbass. A zona de combate tornou-se maior, a luta é mais difícil, o preço é mais alto", disse Zelenski no vídeo, informou a agência de notícias ucraniana Ukrinform.

O presidente ucraniano acrescenta que "há algo que permanece inalterado, estável, firme: sua coragem, sua resistência, sua vontade e, portanto, nossa liberdade, sua constância e nossa independência", afirmou Zelenski.

Publicidade

Ele se reuniu então com militares estacionados nesta zona do país, a quem agradeceu pelo seu trabalho “em defesa da estabilidade do nosso país”.

Zelenski condecorou vários desses soldados, segundo o vídeo divulgado pela Presidência ucraniana, e expressou sua confiança na próxima recuperação de outros territórios ocupados no Donbass.

Publicidade

Leia também

"Da próxima vez nos encontraremos em uma Donetsk totalmente ucraniana. Tenho certeza de que também nos encontraremos na Crimeia", disse ele, referindo-se à península anexada pela Rússia em 2014.

O anúncio da visita surge depois de as tropas russas terem lançado uma nova onda de ataques massivos em Kherson na madrugada de hoje, segundo alertas das autoridades daquela região ucraniana, no sul do país.

"Os russos estão bombardeando maciçamente toda a região com artilharia e mísseis", relataram fontes policiais, reproduzidas pela agência Ukrinform.

Em várias cidades ucranianas, o fornecimento de eletricidade e água potável foi cortado ontem após a onda de ataques contra infraestruturas críticas, a oitava com estas características desde outubro.

Ucraniana ajuda mais de 50 cães que foram abandonados na guerra

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.