Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Prefeitura de BH planeja abrir hospitais temporários para atender pacientes com dengue

Unidades de campanha devem ser instaladas nas regionais Venda Nova, Barreiro e Centro-sul

Balanço Geral MG|

A Prefeitura de Belo Horizonte estuda abrir hospitais temporários, conhecidos como hospitais de campanha, em ao menos três regionais para atender o aumento de demanda causado pela alta de casos de dengue na cidade. A informação foi confirmada pelo secretário municipal de Saúde, Danilo Borges, nesta segunda-feira (19), durante entrevista ao Balanço Geral Minas, da Record Minas. Na última semana, o município decretou situação de emergência.

Segundo Borges, a abertura vai acontecer "de acordo com a disponibilidade de locais, nas regionais de maior sobrecarga". "As regiões de Venda Nova, Barreiro e Centro-sul, pela facilidade de deslocamento e logística, são locais que nossas equipes visitam", detalhou sobre a análise que é feita.

Em paralelo, a Unidade de Reposição Volêmica (URV) Venda Nova vai passar a funcionar 24 horas para receber pacientes que precisam de hidratação. A prefeitura também promete ampliar o horário de atendimento em alguns centros de saúde e colocar mais unidades funcionando aos fins de semana. O último fim de semana contou com atendimento em 13 unidades.

"O decreto de emergência foi uma facilidade, porque ele permite contratar pessoal e comprar medicamentos mais rapidamente", detalha o secretário.

Segundo o representante da prefeitura, o documento também autoriza o município a entrar nos imóveis com foco do mosquito Aedes aegypti cujos proprietários não forem localizados em três tentativas de notificação. As medidas visam controlar o avanço das doenças transmitidas pelo inseto. Segundo o secretário, a epidemia deve se arrastar até maio deste ano, mas o pico do surto deve ocorrer nas próximas duas semanas.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.