Minas Gerais Bombeiros de Brumadinho vão para África ajudar vítimas de ciclone

Bombeiros de Brumadinho vão para África ajudar vítimas de ciclone

Informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, na manhã desta quarta-feira (27); militares devem ir para Moçambique

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Moradores ficaram desalojados em Moçambique

Moradores ficaram desalojados em Moçambique

Siphiwe Sibeko/ Reuters - 25.3.2019

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais informou, nesta quarta-feira (27), que militares que atuaram na operação de salvamento das vítimas do rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, vão para África ajudar no resgate de atingidos pelo ciclone Idai.

Mais informações sobre a atuação dos agentes mineiros serão divulgadas até o final desta manhã. Eles devem seguir para o Moçambique, um dos países mais afetados.

Como ajudar vítimas do ciclone no sudeste da África

A ONU pediu nesta segunda-feira (25) US$ 282 milhões (cerca de R$ 1 bilhão) em doações para financiar durante os próximos três meses a ajuda a Moçambique após a passagem do ciclone Idai.

Os últimos dados apontam que apenas em Moçambique ao menos 447 mortes já foram confirmadas. Outras 300 pessoas morreram em Zimbábue e no Malawi.

Últimas