Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Responsáveis por ataque com referência nazista em escola de MG dizem que queriam chamar atenção

Adolescentes relatam que estavam sendo perseguidos no colégio, que fica em Contagem, na região metropolitana de BH

Minas Gerais|Kiuane Rodrigues, da Record TV Minas

Alunos deixaram cenário de destruição
Alunos deixaram cenário de destruição Alunos deixaram cenário de destruição

Os quatro adolescentes que depredaram a Escola Municipal José Silvino Diniz, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, em novembro deste ano, disseram à polícia que atacaram o colégio para chamar atenção, já que estariam sendo perseguidos na unidade.

Dois deles têm 14 anos, um tem 15 e outro, 17. Eles eram alunos da unidade. Segundo o delegado Leandro de Oliveira Silva, o grupo alegou que não pretendia praticar ato violento contra os professores, estudantes e funcionários da instituição.

O inquérito, apresentado nesta quinta-feira (15), deve ser entregue à Justiça ainda nesta semana. Os suspeitos podem responder por ato infracional análogo ao racismo, devido às referências nazistas, e por danos ao patrimônio público. Como são todos menores, eles serão responsabilizados de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Leia também

Depredação

Publicidade

O caso aconteceu no dia 29 de novembro deste ano. Os vândalos destruíram vasos de plantas, trabalhos escolares, mesas e cadeiras. As paredes foram pichadas com símbolos nazistas. Tudo o que estava nos corredores, no pátio e nos banheiros foi danificado. O nome de um videogame com conteúdo violento foi escrito nas paredes.

Relembre o caso:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.