Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Biden criou passagens em cerca construída por Trump nos Estados Unidos? Entenda

Senador republicano afirmou que governo democrata abriu barreira intencionalmente para permitir a imigração ilegal

MonitoR7|Maria Cunha*, do R7

Aberturas em cerca na fronteira entre EUA e México foram motivo de polêmica
Aberturas em cerca na fronteira entre EUA e México foram motivo de polêmica Aberturas em cerca na fronteira entre EUA e México foram motivo de polêmica

Uma publicação do senador Ted Cruz, do Partido Republicano, repercutiu nas redes sociais após afirmar que a gestão do presidente Joe Biden, do Partido Democrata, teria aberto a cerca que divide a fronteira do Arizona com o México para que imigrantes ilegais entrassem no país.

Na postagem, Cruz compartilhou um vídeo das aberturas dos portões no X (plataforma anteriormente conhecida como Twitter), com uma legenda que dizia: “A administração Biden abriu o muro da fronteira de Trump em Tucson, Arizona. Não é uma crise [de imigração]. É intencional". Cruz ainda acrescentou ao próprio comentário: “Isso… é… loucura.”

A informação também foi compartilhada por diversos outros usuários, os quais chegaram até a utilizaram a tag #ImpeachBiden. Entretanto, ainda que o vídeo seja verdadeiro, é falso que as cercas foram abertas para facilitar a entrada de imigrantes ilegais nos Estados Unidos. 

Para evitar danos causados ​​por fortes chuvas, os funcionários da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA (CBP, na sigla em inglês) abrem espaços ao longo da cerca da fronteira sul do Arizona, durante a temporada de monções do estado — que geralmente ocorre de meados de junho até o final de setembro — desde 2009.

“As cercas no setor de Tucson foram construídas em vários momentos entre 2009-2021”, disse o porta-voz do CBP. “Ao longo da história da infra-estrutura, durante a época das monções e antes de potenciais chuvas fortes ou inundações, o CBP abriu comportas de drenagem de águas pluviais para garantir uma drenagem adequada e minimizar potenciais impactos na infra-estrutura.”

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump ergueu, durante o período em que governou o país, uma cerca para separar a fronteira dos Estados Unidos com o México. Para isso, Trump utilizou US$ 16,4 bilhões (cerca de R$ 80 bilhões) para expandir a construção de barreiras ao longo da fronteira sul. A construção, com pouco mais de 730 quilômetros de extensão, atravessa quatro estados: Novo México, Arizona, Califórnia e Texas. 

*Sob supervisão de Pedro Marques

Biden e governo do Texas entram em atrito por boias anti-imigrantes na fronteira com o México

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.