Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Monitor7
Publicidade

Falso: vacina contra a Covid não causou paralisia facial em Justin Bieber

Vírus causador da síndrome que atingiu o cantor, na realidade, é o mesmo da catapora, e fica alojado no indivíduo para sempre

MonitoR7|Ana Luiza Pêgo, do R7*

Cantor suspendeu shows de turnê americana
Cantor suspendeu shows de turnê americana Cantor suspendeu shows de turnê americana

O astro pop Justin Bieber publicou na última sexta-feira (10) um vídeo em que aparece com metade do rosto inerte, e anunciou que foi diagnosticado com a rara síndrome de Ramsay Hunt. Na publicação, o cantor tenta sorrir, piscar e mover o rosto, mas algumas partes da sua face não reagem. O popstar revelou que suspendeu parte da agenda de shows por conta da situação. 

O compositor disse que o vírus atacou o nervo do ouvido e os nervos faciais, o que causou a paralisia. "Percebam que esse olho não está piscando. Não consigo sorrir deste lado do meu rosto. Esta narina não consegue mover”, explicou Bieber.

Apesar de confirmar o diagnóstico de Ramsay Hunt, nas redes sociais circula o boato de que a causa da síndrome seria, na verdade, a vacina contra a Covid-19. Postagens afirmam que o problema é uma reação adversa dos imunizantes. Algumas dessas publicações já somam mais de mil interações.

Porém, nada disso é verdade. A síndrome de Ramsay Hunt é causada pelo vírus varicela-zoster, que também causa catapora e herpes zoster. A condição é um distúrbio neurológico raro que ocorre quando o vírus infecta um nervo na cabeça perto do ouvido, causando inchaço desse nervo.

Publicidade

Qualquer pessoa, depois de ter varicela (catapora), seja em qualquer idade, continua com o vírus adormecido alojado no corpo. Ainda não se sabe por quais motivos o vírus é reativado no organismo e desenvolve sintomas de Ramsay Hunt.

Os sintomas podem ser dores no ouvido, erupções cutâneas do lado interno ou externo do ouvido e fraqueza e paralisia facial, como aconteceu com o compositor. O mais comum é a condição antigir pessoas que tiveram uma diminuição da sua imunidade, como uma infecção ou algum outro problema de saúde. Porém, a síndrome pode acontecer sem uma razão justificável.

Publicidade

De acordo com o hospital Mount Sinai, de Nova Iorque, o tratamento é feito com anti-inflamatórios fortes, os chamados esteróides (como a prednisona). Além deles, medicamentos antivirais, como aciclovir ou valaciclovir, também podem ser administrados.

A recuperação total não é certeza, isso depende da dimensão do dano ao nervo. Alguns se recuperam em alguns meses, no entanto. No geral, quanto mais cedo for diagnosticado, maiores as chances de uma recuperação completa.

Publicidade

Justin prometeu aos fãs que vai melhorar e comentou que estava fazendo “exercícios faciais para fazer meu rosto voltar ao normal”. Na gravação feita pelo próprio cantor, ele afirma que é questão de tempo e, mesmo que ainda não saibam quanto isso pode durar, tudo vai ficar bem.

Justin Bieber está com metade do rosto paralisado
Justin Bieber está com metade do rosto paralisado Justin Bieber está com metade do rosto paralisado

Com a rotina agitada da turnê do último álbum, Bieber disse que precisava dessa pausa. “Obviamente, meu corpo está me dizendo que eu tenho que desacelerar. Espero que vocês entendam e eu vou usar esse tempo para descansar e relaxar e voltar a 100%.” 

O canadense está, atualmente, trabalhando na turnê Justice na América do Norte e cancelou apresentações em Toronto, Washington DC e Nova Iorque. A parte norte-americana da turnê mundial deve terminar em julho. 

No Brasil, a agenda do cantor ainda está mantida. A voz do sucesso "Baby" se apresenta no Rock in Rio e faz dois shows em São Paulo, ambos no Allianz Parque. As três apresentações acontecem em setembro e estão com ingressos esgotados.

Leia também

Então, não é verdade que a paralisia facial de Justin Biber foi causada pelas vacinas contra a Covid-19. Na realidade, o compositor foi diagnosticado com a síndrome de Ramsay Hunt, causada pela reativação do mesmo vírus causador da catapora e da herpes zoster – que, vale dizer, nada tem a ver com os imunizantes.

Ficou em dúvida sobre uma mensagem de aplicativo ou postagem em rede social? Encaminhe a questão para o MonitoR7, que nós a checamos para você: (11) 9 9240-7777 ou monitor@recordtv.com.br

*Estagiária do R7, com edição de Fabíola Glenia.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.