Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Caso Jeff Machado: produtor também vai responder por maus-tratos de animais

Bruno Rodrigues é suspeito de matar e ocultar o corpo, além de abandonar os oito cachorros do ator na rua

Rio de Janeiro|Do R7

Bruno foi preso em um hostel na zona sul do Rio
Bruno foi preso em um hostel na zona sul do Rio Bruno foi preso em um hostel na zona sul do Rio

O produtor Bruno de Souza Rodrigues, preso na quinta-feira (15) pela morte do ator Jeff Machado, também vai responder por maus-tratos em animais. Ele é acusado de ter abandonado os oito cães da raça setter inglês que eram do ator em bairros da zona oeste do Rio de Janeiro. A pena prevista para o crime é de dois a cinco anos de prisão.

Segundo a delegada Elen Souto, responsável pelas investigações do assassinato, além de homicídio triplamente qualificado com ocultação de cadáver, Bruno vai responder por estelionato e pelos maus-tratos nos cães.

Jeff era tutor de oito cães da raça, todos com nome de ídolos da MPB. Foi a partir da localização dos animais, que possuíam microchips, que a ONG Indefesos começou a investigar quem seria o responsável por eles.

Cinco dos oito cachorros foram localizados em diversos bairros e adotados por criadores de setters do Rio. Dois deles morreram, e um continua desaparecido.

Publicidade

Prisão

O produtor Bruno Rodrigues, que estava foragido, foi localizado em um hostel na comunidade do Vidigal, na zona sul do Rio, nesta quinta-feira (15).

Bruno não resistiu à prisão, mas precisou ser algemado por conta das suspeitas de tentativa de fuga, segundo o comandante da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) que participou da operação.

Publicidade

O dono da hospedagem informou que o produtor se apresentou com nome falso e não mostrou documentos, sob a alegação de que havia sido roubado.

· Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Publicidade

· Compartilhe esta notícia no Telegram

O suspeito foi levado diretamente à Cidade da Polícia, no Jacarezinho, na zona norte do Rio, onde permaneceu em silêncio. A defesa voltou a dizer que Bruno acusa outra pessoa pelo crime.

Publicidade

Ao saber da prisão, a mãe de Jeff Machado afirmou estar aliviada. Ela ainda chamou o suspeito de "assassino frio e sanguinário”.

O ator Jeff Machado desapareceu em janeiro deste ano. Quatro meses depois, o corpo dele foi achado dentro de um baú, enterrado em uma casa em Campo Grande, na zona oeste do Rio, que havia sido alugada pelo próprio Bruno.

A defesa do produtor admitiu que ele participou da ocultação de cadáver, mas negou o envolvimento dele na morte.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.