Rio de Janeiro Polícia diz que assalto a médico foi encomendado por traficante

Polícia diz que assalto a médico foi encomendado por traficante

Tio Comel seria membro de facção especializada em clonagem de carros no Rio; crime levou à morte de Claudio Marsili

  • Rio de Janeiro | Victor Tozo, do R7*, com Record TV

Suspeito é procurado pela polícia

Suspeito é procurado pela polícia

Divulgação/Portal dos Procurados

A Polícia Civil confirmou, nesta quinta-feira (21), que o traficante conhecido como Tio Comel encomendou o assalto que levou à morte do médico Claudio Marsili, na última terça (19).

Thiago Fernandes Virtuoso, vulgo Tio Comel, é membro da maior facção criminosa do Rio de Janeiro, segundo a polícia, e atua no morro do Turano, na zona norte da cidade. Ele seria responsável pelo roubo de veículos importados que são clonados para uso dos traficantes.

De acordo com a DHC (Delegacia de Homicídios da Capital), agentes percorreram o trajeto feito pelo médico e estão analisando novas imagens de câmeras de segurança que foram identificadas. A investigação ainda está em andamento.

Tio Comel já havia sido apontado como possível suspeito pela polícia. O carro utilizado pelos criminosos foi localizado no morro do Turano ainda na terça. Na ação, um suspeito foi preso e, com ele, estavam pertences de Marsili. O carro do médico foi encontrado na rua Martins Pena, na Tijuca, no mesmo dia.

Claudio Marsili foi assassinado a tiros depois de ser abordado por um grupo de três homens quando estacionava o carro na frente de uma clínica na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. O cirurgião plástico foi sepultado nesta quarta (20) no cemitério Memorial do Carmo, no Caju.

*Estagiário do R7, sob supervisão de Bruna Oliveira

Últimas