Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

RJ cria serviço de atendimento para mulheres vítimas de violência 

Medida foi publicada nesta terça-feira (30), no Diário Oficial, mas ainda deve passar por regulamentação junto à Casa Civil, sem prazo determinado

Rio de Janeiro|Vinícius Andrade, do R7*

Serviço funciona de maneira remota
Serviço funciona de maneira remota Serviço funciona de maneira remota

O Governo do Rio de Janeiro criou um novo protocolo para o atendimento de mulheres vítimas de violência doméstica durante a pandemia. O serviço funciona de maneira remota por e-mail e celular, através de ligação telefônica ou chamadas de texto, áudio ou vídeo pelo aplicativo whatsapp. 

A medida foi publicada nesta terça-feira (30), no Diário Oficial, mas ainda deve passar por regulamentação junto à Casa Civil, sem prazo determinado. 

Leia mais: Polícia prende falso médico suspeito de estuprar pacientes no Rio

Segundo a SEDSODH-RJ (Secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos), as vítimas, desde o início do isolamento social, já são atendidas por psicólogas, assistentes sociais e advogadas de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. 

Publicidade

De acordo com o ISP-RJ (Instituto de Segurança Pública do Rio), o estado registrou uma média de 266 ligações por dia à Central 190, sobre crimes contra mulher durante o período de isolamento social. Foram ao total 13.065 chamadas ao serviço da Secretária de Estado de Polícia Militar. 

Em comparação com o mesmo período do ano passado, houve um aumento de 12% nas denúncias registradas.

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.