Familiares de jovens desaparecidos pedem respostas durante ato no Rodoanel

Os garotos e um adulto estão desaparecidos há quase uma semana após abordagem policial

As famílias pedem empenho da polícia nas investigação do desaparecimento de quatro jovens e um adulto

As famílias pedem empenho da polícia nas investigação do desaparecimento de quatro jovens e um adulto

Reprodução/ Rede Record

Familiares de quatros jovens, que estão desaparecidos há quase uma semana, realizam um ato na via de acesso do Rodoanel, perto da avenida Sapopemba, zona leste de São Paulo, na tarde desta quinta-feira (27). Por volta das 12h30, a manifestação era pacífica, porém, houve princípio de tumulto mais cedo.

Às 10h, as famílias ocuparam faixas do Rodoanel, no sentido Baixada Santista. A Polícia Militar chegou e usou balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo para dispersar o grupo. Uma tia de uma das vítimas tentou conversar com um policial, mas não obteve êxito. Por volta das 11h, duas pessoas foram detidas pela Polícia Militar, por desobediência e desacato, e encaminhadas ao 55º Distrito Policial (Parque São Rafael).

As famílias pedem que seja feita a investigação do caso e querem respostas sobre o desaparecimento dos meninos — que têm entre 16 e 19 anos —. O motorista que estava com eles também está sumido. A última informação que a família recebeu foi de uma amiga dos rapazes, que disse que eles haviam sido abordados pela polícia.

Justiça de SP proíbe PM de usar de balas de borracha e gás lacrimogêneo em manifestações