Saúde

15/5/2013 às 13h36 (Atualizado em 15/5/2013 às 13h43)

Australiano dado como morto ressuscita após 40 minutos

De acordo com publicação, homem é um dos sete que foram tratados com novo equipamento

Do R7

Aparelho ressuscitou homem após 40 minutos Thinkstock

Um australiano que estava clinicamente morto ressuscitou 40 minutos depois. Colin Fiedler, de 39 anos de idade, sofreu um ataque cardíaco em junho do ano passado. Ele foi reanimado por uma equipe médica que usou um novo novo procedimento de ressuscitação cardiopulmonar, um aparelho chamado de autopulse que tem como uma das principais características massagear a região de todo o peito. A informação foi publicada nesta terça-feira (14) no Huffpost.

De acordo com a publicação, junto com o aparelho foi utilizado uma máquina que mantem o sangue e oxigênio fluindo pelo corpo para preservar os órgãos vitais. Fiedler é um dos sete pacientes que teve parada cardíaca na Austrália e recebeu esta técnica e um dos dos três que foi reanimado depois de ter sido dado como morto.

O autopulse é uma bomba de suporte não-invasiva, que movimenta mais sangue por todo o corpo do que as compressões manuais, de acordo com o fabricante Zoll. Ele aperta o peito inteiro. A massagem  cardíaca é feita em um único local.

Leia mais notícias de Saúde

O aparelho foi comercializado pela primeira vez em 2003. Desde então, técnicos de Emergência Médica têm discutido a utilidade do dispositivo durante anos.

Para o especialista em saúde, Nathan Jaqua, a máquina o mudou a forma de se trabalhar um incidente de parada cardíaca.


 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe

Guia Mais - Saúde

Farmácia/Drogaria
Hospitais
Consultórios
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!