Brasil Collor é alvo de ação que investiga esquema de propina no Ibama

Collor é alvo de ação que investiga esquema de propina no Ibama

Autoridades deflagraram operação que investiga pagamento de propina entre 2014 e 2015 para intervenções no Ibama 

  • Brasil | Do R7

PF investiga crimes entre 2014 e 2015

PF investiga crimes entre 2014 e 2015

Antônio Cruz / Agência Brasil / CP

O senador Fernando Collor (PROS-AL) é alvo de operação da PF (Polícia Federal) nesta quarta-feira (21) que investiga pagamento de propina entre 2014 e 2015 para intervenções no Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), visando à liberação da licença ambiental de instalação do Porto Pontal Paraná Importação e Exportação SA, no Estado do Paraná.

O alvo no Paraná é o empresário João Carlos Ribeiro, dono da concessão do Porto de Paranaguá. Ribeiro é candidato a prefeito de Pontal do Paraná pelo PSC. As autoridades realizaram buscas na casa e no escritório do empresário.

Batizada de Quinto Ato, a operação é desdobramento da Operação Politéia, deflagrada pela PF em 2015.

As autoridades cumprem 12 mandados de busca e apreensão em endereços ligados aos investigados e a Justiça também determinou bloqueio de bens dos envolvidos.

Os mandados são cumpridos em Curitiba (PR), Pontal do Paraná (PR), Gaspar (SC) e São Paulo (SP).

Outro lado

Em suas redes sociais, o senador publicou o seguinte texto:

“Fui surpreendido hoje com este ato inusitado. Fizeram busca e nada apreenderam, até porque não tinha o que ser apreendido. Vou tentar apurar a razão deste fato de que fui vítima. Nada tenho a temer. Minha consciência está tranquila”

Últimas