Brasil Deputado defende instituições democráticas e pede moderação

Deputado defende instituições democráticas e pede moderação

Organizador do Seminário Política, Democracia e Justiça, Marcos Pereira defendeu o bom senso, moderação e o diálogo

Democracia

Marcos Pereira discursou em evento sobre democracia

Marcos Pereira discursou em evento sobre democracia

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados - 26.11.2019

O deputado federal e vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcos Pereira (Republicanos-SP), fez nesta terça-feira (26) um discurso forte em defesa da democracia e das instituições durante o Seminário Política, Democracia e Justiça. Em sua fala, ele defendeu o bom senso, moderação e o diálogo.

O evento contou com a presença de representantes dos três poderes, entre eles o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Luís Felipe Salomão e outras autoridades.

Organizador do encontro, Marcos Pereira iniciou sua fala com um desabafo contra as “sugestões autoritárias” protagonizadas recentemente por um parlamentar. Ele argumentou que o Brasil precisa se comportar como quem chega à vida adulta. “Qualquer pessoa aos 30 anos de idade já não pode mais se deixar levar pelas inconsequências da adolescência e da juventude”.

Evento contou com a presença de Rodrigo Maia e do ministro Luís Salomão, do STJ

Evento contou com a presença de Rodrigo Maia e do ministro Luís Salomão, do STJ

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados - 26.11.2019

O deputado apontou, ainda, que os ataques às instituições representam o exato oposto do que prescreve o conservadorismo clássico. “A preservação e o fortalecimento das instituições são a base do conservadorismo”, disse Pereira ao falar do seu partido, o Republicanos, que lançou recentemente um novo manifesto com “compromisso programático de sempre defender a democracia, o republicanismo, as instituições, a liberdade de expressão e reagir com força a qualquer tentativa de vilipendiar a Constituição”.

Ao citar a célebre afirmação do estadista britânico Winston Churchill, o vice-presidente da Câmara fez uma defesa enfática à democracia. Segundo ele, apesar de imperfeita, a forma de governo ainda é superior a todas as demais. “Nenhum país do mundo está a salvo de problemas por melhor, por mais desenvolvido e por mais democrático que ele seja”, declarou.

Marcos Pereira também destacou o trabalho do Parlamento neste primeiro ano da nova legislatura e afirmou que deputados e senadores estão cumprindo seu papel por um Estado menor, mais ajustado, desburocratizado e eficiente, com regras claras, segurança jurídica, estabilidade política e trabalho para os brasileiros.

Ele ainda afirmou acreditar no empenho do presidente Jair Bolsonaro em “fazer um governo transformador de fato”, e colocou-se à disposição, juntamente com o Republicanos, para “trabalhar pelo que é bom de verdade para o povo brasileiro”.