Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Lula espera que desembargadores "digam que o juiz Moro errou"

Ex-presidente assiste ao julgamento do TRF4 no sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo (SP)

Brasil|Fabíola Perez, do R7


Lula também falou do desemprego
Lula também falou do desemprego

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursou nesta quarta-feira (24) no sindicato dos Metalúrgicos em São Bernardo do Campo (SP). Lula diz esperar que a 8ª Turma do TRF4 retire a condenação do juiz Sérgio Moro. 

— A única decisão que eu espero que possa acontecer hoje é, pelo fato de não ter [nenhum] crime cometido é por três a zero, [que os desembargadores] digam que o juiz Moro errou ao dar a sentença. 

Lula defende que não cometeu nenhum crime, mas que a situação de milhares de brasileiros é ainda mais difícil que a dele, por causa do desemprego. 

— O que está acontecendo comigo é muito pouco diante do que está acontecendo com milhões de desempregados neste País. 

Publicidade

O ex-presidente pediu cautela à militância. A recomendação é não ceder a eventuais provocações da militância.

Ao final do discurso, Lula afirmou: "Não dou palpite sobre resultado".

Publicidade

Assista ao discurso de Lula:

Julgamento

Publicidade

O TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) julga nesta quarta-feira (24) o recurso de Lula pela condenação em primeira instância no caso do tríplex do Guarujá. Em julho de 2017, ex-presidente foi condenado a nove anos e seis meses de prisão pelo juiz Sérgio Moro. 

O ex-presidente assiste ao julgamento no sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo (SP). Ele chegou ao local por volta das 10h e acompanha a sessão dos desembargadores em uma sala reservada com o amigo Roberto Texeira e o petista Luiz Marinho.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.