Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Bolsonaro teria recebido pedras preciosas de presente durante campanha de 2022, diz CPMI

Comissão que investiga atos do 8 de Janeiro alega que itens não foram registrados como presentes recebidos pelo ex-presidente

Brasília|Do R7, em Brasília


Presentes teriam sido dados a Bolsonaro em Teófilo Otoni (MG)
Presentes teriam sido dados a Bolsonaro em Teófilo Otoni (MG)

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) sobre os atos extremistas de 8 de janeiro teve acesso a emails trocados entre integrantes da ajudância de ordens de Jair Bolsonaro (PL) que mostram o recebimento de pedras preciosas pelo ex-presidente, em 26 de outubro de 2022, durante a campanha eleitoral.

Segundo a CPMI, os itens não teriam sido registrados como presentes recebidos por Bolsonaro a mando do tenente-coronel Mauro Cid, ex-ajudante de ordens do ex-presidente, preso desde 3 de maio, por suspeita de fraudar cartões de vacinação.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

O R7 entrou em contato com a defesa de Bolsonaro e a de Mauro Cid, mas não recebeu retorno até a última atualização desta reportagem. A comissão alega que as comprovações de recebimento dos presentes foram encontradas em emails encaminhados ao colegiado.

Leia também

As pedras preciosas teriam sido dadas a Bolsonaro e à ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro em Teófilo Otoni (MG). Nas mensagens, Mauro Cid teria instruído os demais ajudantes a guardarem o envelope e a caixa que continha os itens em um cofre.

Publicidade

De acordo com a CPMI, os presentes teriam sido dados ao ex-presidente como forma de financiamento dos atos de vandalismo de 8 de janeiro.

O caso foi apresentado pela deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) na reunião da CPMI desta terça-feira (1°), a primeira desde o retorno do recesso parlamentar, que recebeu o ex-diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) Saulo Moura da Cunha.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.