Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Celina e Caiado pedem a ministro apoio para impedir aumento de passagens do Entorno do DF

Aumento da passagem interestadual pode chegar a 40%; DF e GO querem dividir tarifa técnica com o governo federal

Brasília|Luiz Calcagno, do R7, em Brasília


Ônibus do Entorno do DF
Ônibus do Entorno do DF

A governadora em exercício do Distrito Federal, Celina Leão (PP), e o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (União Brasil), se reuniram com o ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha (PT), para tratar do valor da passagem do transporte público entre Brasília e Entorno. Os dois governadores propõem a criação de uma tarifa técnica para impedir um aumento no bilhete que pode chegar a 40%.

Depois da reunião, a governadora e Caiado afirmaram a jornalistas que o Executivo Federal demonstrou sensibilidade e que haverá um novo encontro entre representantes dos governos do DF e de Goiás e integrantes da União, para definir como funcionaria a tarifa. Apesar disso, ninguém falou em quanto seria esse valor e qual o prazo para a implementação da tarifa.

Leia também

Segundo a governadora do DF, além de manter o valor da passagem mais baixo, o consórcio interfederativo permitirá uma fiscalização mais eficiente que a da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). "Naquela primeira reunião com os governadores, nós trouxemos esse projeto estratégico do Governo de Goiás e do Governo do Distrito Federal. Há a percepção que o GDF vai ter que arcar com uma parte, o Governo de Goiás com outra, e um apelo que a União também entre", afirmou Celina Leão.

Prazo apertado

Questionada sobre o prazo, Celina disse que é preciso que seja "o mais rápido possível". "O apelo do governador Caiado e do DF é que não tenhamos aumento de tarifa. Contamos com o empenho do governo federal e sensibilidade da ANTT. Isso trará um transporte de qualidade, sem onerar o custo, que vai ser dividido entre os três entes, com um transporte de qualidade, que não existe na região, pois a agência não tem perna e nem interesse de cuidar do transporte interestadual", disse a governadora.

Caiado destacou que o Governo de Goiás já aprovou o projeto da região metropolitana do estado. "Em Brasília, não precisa aprovar. É uma cidade-estado. E na União também não. Já está no esboço. Apresentamos a minuta de como será a administração. Cria-se um comitê com representantes dos três entes federados e uma comissão técnica que implanta o que a comissão deliberativa criou", explicou.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.