Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Dino terá ao menos 50 votos favoráveis à aprovação ao STF, diz relator da indicação do ministro

'Tenho certeza de que lá ele sairá vitorioso', diz Weverton Rocha; Senado quebrará tradição de 129 anos se rejeitar a indicação de Lula

Brasília|Hellen Leite, do R7, em Brasília

Rocha disse que vai ajudar Dino a conseguir votos
Rocha disse que vai ajudar Dino a conseguir votos Rocha disse que vai ajudar Dino a conseguir votos

O senador Weverton Rocha (PDT-MA), relator da indicação de Flávio Dino ao Supremo Tribunal Federal (STF), calcula que ao menos 50 senadores devem votar a favor do nome indicado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O mínimo necessário é de 41 votos, dos 81 senadores em exercício.

"Em um caso como esse, em que há muita especulação, é importante, de forma tranquila, falar para a sociedade e para a imprensa que irei apresentar o relatório falando dessa sua vida vitoriosa, do pleno saber jurídico que hoje a maioria dos ministros do Supremo que estão tanto no exercício de suas funções ou como aposentado o têm", afirmou o senador.

Geralmente, o relator da indicação aguarda a sabatina para fazer a declaração de voto. No entanto, Weverton é um aliado declarado de Dino no Maranhão e adiantou que vai ajudar o atual ministro da Justiça na campanha no Senado em busca dos votos.

Tenho certeza de que lá ele sairá vitorioso%2C a Casa sairá vitoriosa. Até porque%2C na história recente%2C faz tempo que não temos um senador da República que tenha sido indicado para o Supremo Tribunal Federal.

(senador Weverton Rocha (PDT-MA), relator da indicação de Flávio Dino ao STF)

Senadores da base governista consultados pelo R7, sob reserva, minimizaram a possibilidade de uma nova derrota do Palácio do Planalto no plenário do Senado, a exemplo do que ocorreu com a indicação de Igor Roque à Defensoria Pública da União (DPU), em outubro. O grupo acredita que Lula não indicaria Dino ao cargo caso houvesse a possibilidade de rejeição.

Publicidade

A oposição, por outro lado, avalia que o nome do ministro do governo "arrisca ser rejeitado". Isso ao apostar nos 52 senadores que votaram na PEC que limita os poderes do Supremo.

Oposição: 'Dino não'

Nas redes sociais, parlamentares da oposição começaram a divulgar um abaixo-assinado com a hashtag "Dino não", liderado pelo partido Novo, para barrar a indicação de Lula. "Vem Dino, vem! Será o primeiro indicado ao STF a ser rejeitado! Vai ser lindo", comentou o senador Jorge Seif (PL-SC).

Lideranças oposicionistas da Câmara também prometem fazer pressão para vetar a indicação. "O maior estelionatário eleitoral da história está indicando mais um amigo para o STF. Agora, é o responsável pelo desastre da segurança pública do Brasil. Perderam totalmente o pudor. O Senado não pode aceitar esse escárnio", comentou o deputado Carlos Jordy (PL-RJ), líder da oposição na Casa.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.