Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Flávio Dino anuncia aumento da presença das forças de segurança na Amazônia Legal 

A entrega de cem viaturas, armamentos e helicópteros também foi liberada durante a assinatura do plano, em Manaus

Brasília|Giovana Cardoso, do R7, em Brasília


Dino fez anúncio em Manaus
Dino fez anúncio em Manaus

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, anunciou nesta sexta-feira (10), em Manaus, o aumento da presença das forças de segurança nos nove estados da Amazônia Legal, o que inclui a liberação de cem viaturas, armamentos e helicópteros. O anúncio foi feito durante a assinatura do plano Amazônia: Segurança e Soberania (Amas) e busca reduzir crimes ambientais e conexos, entre eles o tráfico de drogas e o de animais.

A primeira parcela do investimento, de R$ 318 milhões, já foi liberada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e, segundo Dino, a previsão é que o plano cresça ao longo dos próximos dois anos. O Amas prevê a promoção da preservação local, além do fortalecimento dos órgãos de segurança e do combate a crimes que ocorrem na Amazônia. 

Durante a cerimônia, também foram assinadas autorizações para a instalação de delegacias da Polícia Federal na região amazônica, um Centro de Cooperação Policial Internacional e bases fluviais e terrestres, que envolvem a PF, Polícia Rodoviária Federal e forças estaduais.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Publicidade

Assine a newsletter R7 em Ponto

"Acreditamos nesses resultados de redução expressiva do desmatamento em um prazo curto. Nós já desejamos que seja no próximo ano, [que] resulte na redução em geral dos indicadores criminosos, não só na Amazônia rural, mas na Amazônia urbana", disse Dino. 

Ainda de acordo com o ministro, o principal objetivo é ampliar a presença das forças policiais federais e aumentar a integração com as forças armadas e a polícia estadual. A previsão de inauguração do centro de cooperação e da base da Força Nacional é em março de 2024, segundo o ministro.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.