Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Gilberto Gil agradece 'corrente solidária' após ser hostilizado por torcedores brasileiros no Catar

Cantor e compositor de 80 anos estava acompanhado da mulher, Flora, quando foi alvo de xingamentos no dia do jogo do Brasil

Brasília|Plínio Aguiar, do R7, em Brasília


O cantor, compositor e ex-ministro da Cultura Gilberto Gil em evento em São Paulo
O cantor, compositor e ex-ministro da Cultura Gilberto Gil em evento em São Paulo

O cantor, compositor e ex-ministro da Cultura Gilberto Gil, de 80 anos, publicou um vídeo nas redes sociais, neste domingo (27), agradecendo o que chamou de 'corrente solidária' após ter sido hostilizado por torcedores brasileiros em um jogo da seleção no Catar.

"Nossos agradecimentos, meus e da Flora, por essa solidariedade, essa corrente solidária diante dessa agressão, dessa coisa estúpida. É o terceiro turno, na verdade, né? Os inconformados querendo manter essa coisa do ódio, da agressividade", afirmou Gil.

Os xingamentos ocorreram na última quinta-feira (24), data em que o Brasil jogou contra a Sérvia no estádio Lusail, no Catar. Na ocasião, a seleção brasileira ganhou a partida por 2 a 0. O próximo jogo do time liderado pelo zagueiro Thiago Silva vai ocorrer nesta segunda-feira (28), contra a Suíça.

Um vídeo publicado nas redes sociais mostra o momento em que o cantor e sua esposa, Flora, estão andando no estádio, quando são abordados por torcedores brasileiros de forma ofensiva. Eles também dizem: "Vamo, Lei Rouanet" [sic], "vamo, Bolsonaro [sic]", além de xingamentos de baixo calão.

Reação

O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), usou as redes sociais para demonstrar solidariedade. "Gilberto Gil é um dos maiores brasileiros da história. Nosso solidário abraço aos amigos", escreveu o petista.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.