Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Justiça do DF mantém prisão de PM que atirou em adolescente durante briga de trânsito

O policial militar atirou no jovem de 16 anos na última terça-feira (22), no Jardim Botânico

Brasília|Giovana Cardoso, do R7, em Brasília


A Justiça do Distrito Federal manteve a prisão do policial militar que atirou na perna de um adolescente de 16 anos durante uma briga de trânsito na região do Jardim Botânico nessa terça-feira (22). A defesa do agente havia solicitado que o responsável respondesse em liberdade.

De acordo com a ata da audiência de custódia, "o desequilíbrio aparentemente demonstrado dá indicativos de vulnerabilidade da ordem pública caso seja solto". A juíza responsável pelo caso afirmou que o policial se excedeu.

Momento da confusão entre o PM e familiares da mulher
Momento da confusão entre o PM e familiares da mulher

Entenda o caso

A confusão teria se iniciado após uma mulher, sem habilitação, que dirigia uma moto, ter atingido o carro do militar.

O autor dos disparos ainda chegou a segurar a mulher pelo pescoço para evitar que ela deixasse o local. O jovem foi atingido após familiares da moça tentarem defendê-la da agressão.

Publicidade

Polícia Militar

Em nota, a Polícia Militar afirmou que "o policial teve o seu veículo apedrejado, no qual se encontrava o seu filho de 9 anos que a fim de se proteger saiu do carro e tentou fugir das agressões".

A corporação ainda alegou que os envolvidos se exaltaram e durante a confusão e que três pessoas agrediram o policial. "Os ânimos se exaltaram, e, em meio à confusão 3 pessoas iniciaram a agressão ao policial que, na tentativa de cessá-las e com o receio de ter sua arma tomada e utilizada contra si, efetuou dois disparos em direção ao chão, onde um veio atingir o menor de 16 anos na perna".

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.