Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Lula diz que cirurgia no quadril será em outubro: 'Preciso operar'

Presidente tem se queixado de dores na região e passou por um procedimento médico no domingo (23) para reduzir o incômodo

Brasília|Hellen Leite, do R7, em Brasília


Presidente passou por procedimento no domingo
Presidente passou por procedimento no domingo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou, nesta segunda-feira (25), que passará por uma cirurgia no quadril em outubro deste ano. Lula tem artrose na cabeça do fêmur, que é o desgaste na cartilagem que reveste as articulações, e vem se queixando de dores com mais frequência. No domingo (23), ele passou por um procedimento no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para reduzir o incômodo na região.

Durante o programa semanal Conversa com o Presidente, Lula disse que o procedimento que fez no domingo — uma infiltração na região da perna e do quadril — foi um "teste" para verificar se ele conseguiria ficar 12 horas sem dor. No entanto, segundo ele, o quadril voltou a incomodar. “Parece que voltou a doer um pouco mais”, afirmou.

“Quero fazer a cirurgia porque não quero ficar com dor. Ninguém consegue trabalhar com dor o dia inteiro. Então, eu sinto que, às vezes, estou de mau humor com meus companheiros”, disse.

Às vezes%2C fica visível no meu rosto que estou irritado%2C que estou nervoso. E aí%2C você vai ficando uma pessoa incômoda%2C uma pessoa chata%2C uma pessoa que ninguém quer falar ‘bom dia’ para você%2C com medo de tomar um esporro. Tô chegando à conclusão de que tenho que operar.

(Presidente Lula, no 'Conversa com o Presidente', em 25 de julho de 2023)

O presidente ressaltou que não queria passar pela cirurgia, para não ter que adiar compromissos internacionais, como a reunião do Brics (bloco econômico formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), que acontecerá em agosto. No entanto, os médicos explicaram que a operação é razoavelmente rápida e a recuperação dependerá da "disciplina na fisioterapia". 

Enquanto Lula estiver se recuperando, o vice-presidente Geraldo Alckmin fica na Presidência. "Tenho total confiança no Alckmin, ele é um parceiro extraordinário", elogiou.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.