Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Lula diz que governo vai anunciar mais recursos para o RS na próxima semana

Presidente também demonstrou interesse em visitar municípios afetados pelas fortes chuvas e enchentes

Brasília|Ana Isabel Mansur, do R7, em Brasília


Lula entrega moradias do MCMV em Maceió Ricardo Stuckert/Presidência da República - 10.5.2024

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta sexta-feira (10) que o governo federal vai anunciar mais recursos para o Rio Grande do Sul na próxima semana. O estado enfrenta fortes chuvas e enchentes há 12 dias. A tragédia já deixou 126 mortos e 141 desaparecidos, segundo a atualização mais recente da Defesa Civil local. “Amanhã [sábado (11)] vamos pensar no Rio Grande do Sul outra vez, no domingo vamos pensar no Rio Grande do Sul, na segunda e na terça vamos anunciar mais coisa para o Rio Grande do Sul. E quando a água baixar, quero visitar todas as cidades que foram afundadas na água, para olhar na cara dos meus irmãos e dizer ‘eu vou cuidar de vocês, o governo vai cuidar de vocês e vocês vão levantar a cabeça’”, declarou o petista.

Antes de discursar, Lula pediu um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do desastre. Dos 497 municípios do estado, 441 enfrentam as fortes chuvas — quase 90% do Rio Grande do Sul. Os desalojados somam 339.928 e 1,9 milhão de gaúchos, no total, foram afetados pela situação. Nessa quinta (9), Lula anunciou envio de ajuda de R$ 50,9 bilhões ao estado. O pacote, feito via medida provisória, deve beneficiar 3,5 milhões de pessoas, por meio de 12 eixos, que incluem ações como pagamentos do Bolsa Família e do auxílio-gás e a restituição do imposto de renda.

A fala de Lula foi feita nesta sexta (10) durante inauguração do Hospital Estadual Costa das Baleias e do prédio do Núcleo Pedagógico do campus Paulo Freire da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). As agendas ocorreram em Teixeira de Freitas, município no extremo sul da Bahia distante aproximadamente 800km da capital Salvador. A unidade de saúde, que contou com R$ 200 milhões de investimentos estaduais, foi projetada para atender os 21 municípios da região e deve beneficiar cerca de 800 mil pessoas. O novo edifício da UFSB recebeu R$ 28 milhões de recursos do governo federal, com expectativa de receber 1.600 alunos, em 9 mil m².

Além do governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, os ministros Rui Costa (Casa Civil), Nísia Trindade (Saúde) e Camilo Santana (Educação) participaram das cerimônias. A ausência do prefeito de Teixeira de Freitas, Marcelo Belitardo (União Brasil), foi criticada por Lula. Apesar de não comparecer ao evento, Belitardo agradeceu, pelas redes sociais, “como gestor do município, a presença das autoridades e a todos os investimentos do governo estadual e do governo federal.” O prefeito esteve com o governador Jerônimo antes da cerimônia.

“É por isso, Jerônimo, que tenho orgulho de ver um caboclo negro, [porque] você não vai dizer que é moreno, inaugurar um hospital de R$ 200 milhões numa cidade em que o prefeito é contra nós. Eu não o conheço, não sei se é baixo, alto, preto, branco, gordo ou magro. Só quero dizer é uma falta de respeito do prefeito não estar aqui agora na inauguração, agradecendo ao governador Jerônimo por ter feito hospital, agradecendo ao Lula por fazer uma universidade aqui. Eu jamais ia perguntar de que partido ele é, se é torcedor do Bahia ou do Vitória, se é católico ou evangélico. Ele tinha que ter vergonha e estar sentado aqui, agradecendo, porque o que estamos fazendo aqui é cuidar de vocês”, criticou Lula.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.