Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Receita recebe mais de 1 milhão de declarações do IR em menos de 4 horas

Prazo para entrega da declaração termina hoje; contribuinte que não enviar informações ao Fisco pagará multa mínima de R$ 165,74

Brasília|Do R7, em Brasília

Declaração do Imposto de Renda 2024 (Juca Varella/Agência Brasil)

A Receita Federal recebeu mais de 1 milhão de declarações de contribuintes em menos de 4 horas. Os contribuintes estão correndo contra o tempo para entregar a declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física 2024, que encerra às 23h59 desta sexta-feira (31). Às 15h40, o sistema da Receita registrava a entrega de 40,5 milhões de declarações. Às 19h32, esse número já havia alcançado 41,6 milhões. O governo espera receber 43 milhões de declarações este ano.

Devem declarar Imposto de Renda todos os residentes no Brasil que tiveram rendimentos tributáveis superiores a R$ 30.639,90 em 2023. Quem perder o prazo pagará multa, que varia de R$ 165,74 a 20% do imposto devido. Aqueles que não entregarem a declaração a tempo terão que aguardar até que o sistema da Receita seja reaberto às 8h do dia 3 de junho.

O prazo de entrega foi estendido apenas no Rio Grande do Sul, devido às chuvas e enchentes que atingem o estado. Com isso, contribuintes gaúchos podem enviar a declaração até o dia 31 de agosto.

Segundo a Receita Federal, das documentações já entregues, 56,6% dos contribuintes utilizaram a versão simplificada da declaração. Ainda segundo o órgão, 20,4% dos declarantes vão ter que pagar valores ao governo e 61,6% dos que já enviaram a documentação serão restituídos. O primeiro lote, com R$ 9,5 bilhões, foi liberado nesta sexta, com mais de 5,5 milhões de beneficiados.

Publicidade

A maioria das documentações foi entregue pelo programa oficial do Imposto de Renda, disponível no site da Receita. A média de idade dos contribuintes é de 47 anos, e 44% das declarações foram enviadas por mulheres.

Multa para atrasados

Segundo a Receita Federal, o valor da multa começa a contar no primeiro dia seguinte ao da data limite de entrega e termina sua contagem na data do envio da declaração ou, se não for entregue, na data do lançamento de ofício pela Receita Federal.

Publicidade

A pessoa que estiver com alguma irregularidade por não entregar a declaração fica impedido de tirar passaportes e contratar empréstimos junto a instituições financeiras. O contribuinte também fica sem ter como movimentar conta bancária e utilizar cartões de débito ou crédito de sua titularidade. Também é possível ter problemas com encomendas internacionais, que podem ficar barradas e não ser entregues.


Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.