Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

STF começa a julgar se torna réus mais 70 denunciados pelos atos do 8 de Janeiro

Este é o sétimo bloco de julgamentos sobre o caso, que ocorrerá de forma virtual até o próxima dia 9; nesse sistema, não há discussão

Brasília|Gabriela Coelho, do R7, em Brasília


Manifestantes durante invasão ao Planalto
Manifestantes durante invasão ao Planalto

O Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar nesta sexta-feira (2) se mais 70 denunciados vão virar réus por envolvimento na invasão e da depredação dos prédios da praça dos Três Poderes, em Brasília, em 8 de janeiro. Este é o sétimo bloco julgamentos sobre o caso, que vai ocorrer de forma virtual até a próxima sexta (9).

Nesse sistema, não há discussão. Se houver um pedido de vista, o julgamento será suspenso, e caso ocorra um pedido de destaque, a decisão será levada ao plenário físico do tribunal.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

As denúncias fazem parte de vários inquéritos que tramitam no STF. Um deles apura o planejamento e a responsabilidade intelectual das invasões, e o outro investiga os participantes da invasão que não foram presos em flagrante durante os atos extremistas às sedes dos Três Poderes.

Nessa segunda-feira (29), a Corte tornou réus outros 131 denunciados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) por terem instigado os atos extremistas.

Publicidade

Leia também

Sétimo julgamento sobre o 8 de Janeiro

Confira abaixo o período dos julgamentos anteriores e atual:

• 100 denunciados (de 18 a 24 de abril);

Publicidade

• 200 denunciados (de 25 de abril a 2 de maio);

• 250 denunciados (de 3 a 8 de maio);

• 245 denunciados (de 9 a 15 de maio);

• 250 denunciados (de 16 a 22 de maio);

• 131 denunciados (de 23 a 29 de maio); e

• 70 denunciados (2 a 9 de junho).

Ao todo, a Procuradoria-Geral da República (PGR) apresentou 1.390 denúncias ao STF.

Denúncias recebidas

Com as denúncias recebidas, agora serão instauradas ações penais. Os processos, então, terão seguimento com a fase de coleta de provas, que inclui os depoimentos das testemunhas de defesa e acusação. Depois, o STF julgará se condena ou absolve os acusados, o que não tem prazo específico para ocorrer.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.