Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Mais de 300 pessoas foram atropeladas em 2023 no ES

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, apenas de janeiro até o dia 25 de março, foram registrados 336 atropelamentos

Folha Vitória

Folha Vitória|Do R7


Folha Vitória
Folha Vitória

O Espírito Santo tem registrado um aumento no número de atropelamentos, os dados são da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Apenas no ano de 2023, de janeiro até o dia 25 de março, foram registrados 336 atropelamentos. São 98 casos a mais do que o registrado no mesmo período do ano passado, representando um aumento de quase 30%.

Entre as histórias de vítimas estão casos como o do auxiliar de serviços gerais, Emanoel Santos de Castro, que foi atropelado quando saía para trabalhar no trevo indo para Setiba, em Guarapari. Em entrevista ao Cidade Alerta da TV Vitória, ele conta das sequelas. 

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe do nosso grupo de notícias no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram! 

"Sempre via alguns casos pela televisão, só não acreditava que isso fosse acontecer comigo. O motorista e atropelou e saiu como se nada tivesse ocorrido. Eu não consigo mover parte do meu pescoço, fiquei muito abalado", descreve.

Publicidade

Após o ocorrido, ele ainda está sem trabalhar e afirma que ficou preocupado com a situação. "Na hora eu só pensava em ter forças para ficar vivo, pensava o tempo todo no meu filho", destaca Emanoel. 

Esse é apenas um dos diversos casos registrados durante o ano de 2023, no Espírito Santo. Outro caso marcante foi registrado no dia 13 de fevereiro, na região de Bacutia Beach, no município de Ponto Belo, ao Norte do Estado.

Publicidade

Durante o ocorrido, uma mãe de 23 anos e o filho, uma criança de 4 anos, foram atropelados por um condutor que dirigia uma caminhonete. Segundo informações da Polícia Militar, o motorista fugiu sem prestar socorro ou solicitá-lo.

A mulher, identificada como Sara Albino dos Santos, recebeu um primeiro atendimento de uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o filho, Bernardo Albino, foi inicialmente socorrido para um hospital de Mucurici.

LEIA TAMBÉM: Corpo de homem que desapareceu no RJ é encontrado em Marataízes

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.