Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Notícias R7 – Brasil, mundo, saúde, política, empregos e mais
Publicidade

Trabalhador devolve R$ 95 mil depois de receber Pix por engano no Tocantins

Empresário contou ao R7 que errou o número da chave durante a transferência do dinheiro para um vendedor

Cidades|Isabelle Amaral*, do R7


Para o empresário que enviou o Pix por engano, Jayro Pimentel é exemplo de honestidade
Para o empresário que enviou o Pix por engano, Jayro Pimentel é exemplo de honestidade

O auxiliar de serviços gerais Jayro Pimentel, que mora no município de Gurupi, no sul do Tocantins, recebeu, na segunda-feira (23), um Pix de R$ 95 mil de um empresário responsável por uma loja de venda de carros. Até aí, tudo certo — não fosse o fato de que Jayro não vendeu carro algum e, portanto, aquele dinheiro não era para ele. O que Jayro fez? Devolveu o valor depositado por engano.

Em entrevista ao R7, o dono da Clebinho Veículos, Cleber Cardoso, de Palmas (TO), explicou que o dinheiro era, na verdade, para um homem que havia vendido um carro para a sua empresa. O erro de digitação de um número de telefone, que era a chave do Pix, ocasionou o equívoco na transferência.

Leia também

"Eu cheguei a enviar o comprovante para o cara e pensei que estava tudo certo. Depois ele apareceu aqui preocupado, dizendo que o valor não havia caído na conta. Bateu o desespero, e fui falar com o gerente do meu banco", relatou Cleber.

Ao chegar ao banco, o gerente de Cleber conseguiu o nome da pessoa que havia recebido o valor, mas não tinha o contato. O empresário conta, ainda, que precisou da ajuda de um amigo para conseguir se comunicar com Jayro e pedir a ele que estornasse os R$ 95 mil.

Publicidade

Ao ligar para o auxiliar de serviços e explicar a situação, o homem imediatamente disse que devolveria o valor, mas que precisaria ligar para o banco, já que não usava mais a conta que tinha aquela chave de Pix.

Depois de conseguir resolver a situação com o banco, Jayro Pimentel transferiu de volta o dinheiro para o empresário. Ainda segundo Cleber, tudo ocorreu no mesmo dia, e o auxiliar não negou ajuda.

Publicidade

Pelo gesto de honestidade de Jayro, Cleber pediu a que ele que ficasse com parte do valor e ainda marcou de se encontrarem. "Fiquei muito feliz com isso, ele marcou de vir aqui, vamos almoçar juntos", disse.

O empresário, que temia não receber o valor de volta, diz que histórias de pessoas honestas como a de Jayro precisam ser compartilhadas. "No mundo em que a gente vive hoje, nós nos depararmos com uma pessoa tão honesta desse jeito é maravilhoso", finalizou.

*Estagiária, sob supervisão de Fabíola Glenia

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.