Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Banco do Brasil tem alta de 11,7% do lucro ajustado do 2º trimestre

Ganho foi de R$ 8,79 bilhões no período, acima das previsões; mas piorou a estimativa para as receitas de prestação de serviços

Economia|Do R7

BB teve lucro líquido ajustado de R$ 8,79 bilhões
BB teve lucro líquido ajustado de R$ 8,79 bilhões BB teve lucro líquido ajustado de R$ 8,79 bilhões (Marcelo Camargo/Agência Brasil/Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Banco do Brasil registrou lucro líquido ajustado de R$ 8,79 bilhões no segundo trimestre, avanço de 11,7% na comparação com o mesmo período do ano passado, informou o banco de controle estatal nesta quarta-feira (9).

O lucro líquido foi de R$ 8,35 bilhões, alta de 8,7% na mesma base.

Analistas, em média, esperavam lucro de R$ 8,65 bilhões no trimestre, com base em dados coletados pela Refinitiv.

A inadimplência acima de 90 dias do Banco do Brasil foi a 2,73%, de 2,62% no primeiro trimestre e 2% no segundo trimestre do ano anterior.

Publicidade

A carteira ampliada de provisões para crédito de liquidação duvidosa (PCLD ampliada) ficou em R$ 7,18 bilhões, contra R$ 5,86 bilhões no primeiro trimestre deste ano.

Revisão

O Banco do Brasil ainda revisou uma série de estimativas para o ano.

Publicidade

A instituição elevou a projeção de crescimento de sua carteira de crédito em 2023 para o intervalo de 9% a 13%, de 8% a 12% anteriormente.

Além disso, também aumentou a expectativa de alta neste ano da margem financeira bruta para valor entre 22% e 26%, contra 17% e 21% anteriormente.

O banco, porém, piorou a estimativa para as receitas de prestação de serviços e agora projeta alta de 4% a 8% em 2023, de 7% a 11%, além de elevar a perspectiva para a PCLD ampliada para R$ 23 bilhões a R$ 27 bilhõess, ante projeção anterior de R$ 19 bilhões a R$ 23 bilhões.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.