Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Combustível tem leve queda de preço em junho, puxada pelo etanol e gasolina

Prévia da inflação para junho mostrou uma alta menor do setor de transportes (0,84%) em relação a maio, quando subiu 1,8%

Economia|Camila Nascimento*, do R7


O preço da gasolina caiu 0,27% e o do etanol 4,41% em junho
O preço da gasolina caiu 0,27% e o do etanol 4,41% em junho

Vilões dos brasileiros nos últimos meses, os combustíveis ficaram 0,55% mais baratos em junho, segundo a prévia da inflação para o mês divulgada nesta sexta-feira (24) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O recuo puxou a desaceleração do grupo de transportes, que subiu 0,84%, percentual menor que o registrado em maio (1,8%). Nos últimos 12 meses, o setor acumula alta de 20,5%.

O preço da gasolina caiu 0,27% e o do etanol 4,41%. A queda, no entanto, ainda não reflete o último reajuste feito pela Petrobras, que passou a valer no sábado (18). A estatal aumentou a gasolina em 5,2% e o diesel em 14,3%. O impacto do reajuste na inflação será de 0,18% nos próximos 30 dias, a partir da data em que os novos preços entrarem em vigor.

Mesmo sem incorporar o reajuste ainda, o diesel teve alta de 2,83%, conforme mostrou o IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). Nos últimos 12 meses, esse combustível subiu 51,04%. Já a gasolina acumula alta de 27,36 em um ano, e o etanol, elevação de 21,21%. Os combustíveis no geral registraram aumento de 27,44%. 

A prévia da inflação volta a ganhar ritmo e sobe 0,69% em junho, depois de desacelerar por dois meses consecutivos. O índice cresceu 12,04% nos últimos 12 meses, patamar três vezes maior do que a meta estabelecida pelo governo para o ano, de 3,5%.

* Estágiaria, sob supervisão de Alexandre Garcia

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.