Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Inflação atinge seis de cada dez produtos em janeiro, afirma IBGE

Difusão foi 6 pontos percentuais inferior à apurada em dezembro, puxada pelo preço dos itens não alimentícios

Economia|Do R7


Difusão dos preços dos alimentos ficou estacionada em 65%
Difusão dos preços dos alimentos ficou estacionada em 65%

O índice de difusão do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) caiu em janeiro, segundo os dados divulgados nesta quinta-feira (9) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No mês, 63% de todos os preços pesquisados registraram alta. Em dezembro de 2022, a proporção foi de 69%, Segundo Pedro Kislanov, gerente responsável pela pesquisa, a redução da difusão foi puxada por preços de produtos não alimentícios.

A difusão dos preços dos alimentos ficou estacionada em 65%, entre dezembro do ano passado e janeiro. Já a difusão de itens não alimentícios foi de 72% em dezembro e caiu para 61% em janeiro.

Em parte por isso, Kislanov negou que o cenário apontado pelo IPCA de janeiro seja de inflação pressionada, mesmo ponderando que a redução do índice de difusão é afetada por promoções em produtos de vestuário, com destaque para as roupas femininas, e artigos de cuidados pessoais, como os perfumes.

Publicidade

"Os grupos estão apontando em direções diferentes, não colocaria o IPCA como pressionado", afirmou o pesquisador. Do ponto de vista regional, Kislanov chamou a atenção para o fato de o IPCA de Salvador (BA) ter ficado em 1,09% em janeiro, a maior taxa dos 16 locais pesquisados pelo IBGE.

A retomada das alíquotas do ICMS na Bahia fez a diferença, como no caso da conta de luz. Os preços médios da tarifa de energia elétrica em Salvador subiram 8,07% em Salvador, "onde o ICMS retornou ao patamar de 27% a partir de 1º de janeiro", informa a nota do IBGE.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.