Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Melhora do mercado de trabalho ameaça inflação e exige cautela, avalia BC

Ata do Copom cita a necessidade de um "acompanhamento minucioso" da dinâmica dos rendimentos e do grau de ociosidade para definir impactos sobre a inflação de serviços

Economia|Do R7


BC olha com atenção para a dinâmica do mercado de trabalho
BC olha com atenção para a dinâmica do mercado de trabalho

A queda do desemprego ao menor nível desde 2015 e evolução das contratações no mercado formal de trabalho ainda é vista com cautela pelo BC (Banco Central), que vê possíveis impactos do movimento no andamento da inflação.

Na ata que define as motivações para o quarto corte seguido de 0,5 ponto percentual da taxa básica de juros, de 12,25% para 11,75% ao ano, o Copom (Comitê de Política Monetária) avalia que o movimento pode acelerar a inflação.

"O Comitê seguirá atento à dinâmica dos rendimentos nas diversas pesquisas para melhor avaliar o grau de ociosidade no mercado de trabalho e seus potenciais impactos sobre a inflação de serviços", destaca.

A percepção leva em conta a ampliação salário trabalhadores. "O Comitê julgou que é importante seguir monitorando com bastante atenção as diferentes variáveis do mercado de trabalho, em particular com um acompanhamento minucioso da dinâmica de rendimentos reais", diz a ata.

Publicidade

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Assine a newsletter R7 em Ponto

Assim, o colegiado afirma que manteve a avaliação de que o desenvolvimento do mercado "pode refletir questões temporárias e segue avaliando que não há evidência de pressões salariais elevadas nas negociações trabalhistas".

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.