Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Receita abre na quinta-feira consulta ao quarto lote de restituição do Imposto de Renda

Rodada de pagamentos vai beneficiar mais de 6 milhões de contribuintes, com R$ 7,5 bilhões, no dia 31 de agosto

Economia|Do R7


Lote contempla também restituições de exercícios anteriores
Lote contempla também restituições de exercícios anteriores

A consulta à lista de contemplados no quarto lote de restituição do IRPF (Imposto de Renda Pessoa Física) 2023 estará disponível a partir das 10h desta quinta-feira (24). A rodada de pagamentos vai liberar RS 7,5 bilhões a 6.118.310 contribuintes no dia 31 de agosto. O lote contempla também restituições residuais de exercícios anteriores.

Do total de beneficiados, 98.387 são idosos, 9.065 apresentam alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 30.453 têm o magistério como maior fonte de renda.

Estão também presentes no lote 5.761.117 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 29 de maio de 2023, além daqueles que optaram pela declaração pré-preenchida ou vão receber a restituição via Pix.

Compartilhe no WhatsApp

Publicidade

Compartilhe no Telegram

Quem não for contemplado no quarto lote ainda terá a oportunidade de receber a restituição na última rodada de pagamento, a ser efetivada no dia 29 de setembro. Caso não apareça em nenhuma das listas, significa que o contribuinte caiu na malha fina.

Publicidade

Consulta

Para saber se você já foi contemplado nos três primeiros lotes de restituição do Imposto de Renda de 2023, basta acessar a página da Receita na internet. Também é possível realizar a consulta pelo aplicativo do Fisco, disponível para Android e iOS.

Em todos os sistemas, o contribuinte descobre se a sua restituição foi liberada, se ainda está sendo processada ou se existem pendências. Nesse último caso, as correções podem ser feitas por meio de uma declaração retificadora.

O pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada na declaração. Após ser depositado, o dinheiro ficará disponível no banco durante o período de um ano. Se o contribuinte não fizer o saque no prazo, deverá solicitar o montante por meio do formulário eletrônico Pedido de Pagamento de Restituição ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor a ser restituído não apareça na conta bancária, o contribuinte poderá comparecer a qualquer agência do BB ou ligar para a central de atendimento, pelos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos), para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.