Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Receita paga hoje terceiro lote de restituição do IR a 5,6 milhões

Rodada de pagamentos contempla contribuintes com R$ 7,5 bilhões; valores têm correção de 2%, equivalente à variação da Selic

Economia|Do R7


Lote contempla todos os que declararam o IR até 23 de março
Lote contempla todos os que declararam o IR até 23 de março

Mais de 5,6 milhões de contribuintes recebem nesta segunda-feira (31) a restituição do Imposto de Renda 2023. O montante pago no terceiro lote soma R$ 7,5 bilhões e já leva em conta a correção monetária de 2,07%, referente à variação da taxa Selic.

O pagamento da restituição é realizado diretamente na conta bancária informada no momento de entrega da declaração de Imposto de Renda.

Se, por algum motivo, o pagamento não for realizado, os valores ficam disponíveis por até um ano no Banco do Brasil. Caso o contribuinte não resgate o valor de sua restituição no prazo de um ano, deverá requerê-lo pelo Portal e-CAC, no site da Receita Federal.

Entre os beneficiados, 111.583 são idosos, 9.740 apresentam alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 30,7 mil têm o magistério como maior fonte de renda. Os demais 3,879 milhões de contribuintes que não possuem prioridade legal recebem no lote atual por terem utilizado a declaração pré-preenchida ou optado por receber a restituição via Pix.

Publicidade

Compartilhe no WhatsApp

Compartilhe no Telegram

Publicidade

Estão também entre os contemplados 1,6 milhão de contribuintes não prioritários que enviaram sua declaração para a base de dados do Fisco até o dia 23 de março. A consulta está disponível no site ou aplicativo da Receita Federal.

Quem não foi contemplado na lista atual nem nas duas anteriores ainda terá duas oportunidades, nos dias 31 de agosto e 29 de setembro. O aviso aos beneficiados ocorre sempre uma semana antes da liberação dos recursos.

Publicidade

Consulta

Para saber se você está entre os contemplados do terceiro lote de restituição do Imposto de Renda de 2023, basta acessar a página da Receita Federal na internet (gov.br/receitafederal). Também é possível realizar a consulta pelo aplicativo do Fisco, disponível para Android e iOS.

Em todos os sistemas, o contribuinte descobre se a sua restituição foi liberada, se ainda está sendo processada ou se existem pendências. Nesse último caso, as correções podem ser feitas por meio de uma declaração retificadora.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.