Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Educação
Publicidade

Veja 5 dicas de saúde mental para os universitários

A ansiedade e o estresse fazem parte da vida acadêmica devido à alta carga de atividades. Confira neste texto algumas recomendações para você conseguir lidar melhor com a rotina de estudos

Educação|Do R7 Conteúdo e Marca


Estudantes vivenciam angústias com mudanças e situações novas e desafiadoras que surgem dentro do ambiente acadêmico
Estudantes vivenciam angústias com mudanças e situações novas e desafiadoras que surgem dentro do ambiente acadêmico

A vida acadêmica exige dedicação e horas de estudo, e isso não é novidade para ninguém. Geralmente, os universitários têm uma rotina de muitas atividades, leituras e afazeres dentro e fora da faculdade, que pode ser exaustiva e estressante. E às vezes se esquecem de descansar, relaxar e de cuidar da saúde mental. E pior: em algumas ocasiões sentem até culpa por ter que “tirar o pé do acelerador” e diminuir o ritmo.

De acordo com a psicóloga Bianca Melo, da Clínica-Escola de Psicologia da Uninassau em Caruaru (PE), a ansiedade tem sido algo presente na vida dos universitários devido à alta demanda de atividades, assim como o estresse, podendo causar impaciência e irritação. “É necessário ter um olhar sobre esses sintomas, para que não haja um agravamento”, afirma.

A psicóloga lembra que os estudantes convivem nesse período com preocupações relacionadas a estágios, trabalho de conclusão de curso e até com as disciplinas que terão no semestre seguinte, além de vivenciar angústias com mudanças e situações novas e desafiadoras que surgem dentro do ambiente acadêmico.

“Conhece-te a ti mesmo”

Publicidade

Bianca Melo dá algumas recomendações para o universitário combater a ansiedade, conseguir lidar com a rotina estafante e melhorar a saúde mental. E ressalta: “É necessário buscar o autoconhecimento para perceber os momentos ansiosos e o que pode gerar gatilho para a ansiedade”.

Confira abaixo 5 dicas de saúde mental para os universitários:

Publicidade

- Realizar exercícios físicos, para ajudar no bem-estar, e fazer psicoterapia, pois o autoconhecimento é fundamental para os universitários

- Ter uma boa alimentação

Publicidade

- Realizar higiene do sono, para ter uma noite de descanso e conseguir ser produtivo no dia seguinte

- Otimizar o próprio tempo, observar e se organizar para conseguir estudar e realizar as atividades solicitadas pelos professores, mas também ter um tempo para si mesmo

- Ter momentos de lazer e entretenimento

Clínica-escola

Se você, universitário, precisa da ajuda de um profissional da Psicologia e está pensando em fazer sessões de psicoterapia para se conhecer melhor e tratar da saúde da mente, procure a Uninassau, universidade referência no Brasil. Por um preço acessível, a instituição oferece o serviço através das clínicas-escolas de Psicologia, que estão abertas para atender a população em várias regiões do país.

O atendimento é feito por estudantes dos cursos de Psicologia, proporcionando experiência prática aos alunos da instituição de ensino. “Nas nossas clínicas-escolas temos consultórios preparados para receber os nossos alunos e pacientes. Esse momento de prática é de suma importância para o aluno conseguir se perceber como um futuro profissional”, explica Bianca Melo. De acordo com psicóloga, o aluno da Uninassau tem o suporte de supervisores durante as sessões de terapia.

O valor do atendimento é de R$ 10 por sessão, possibilitando acompanhamento psicológico ao público que não consegue arcar com o valor desse serviço oferecido por profissionais formados. A clínica-escola da Uninassau em Caruaru realizou em média 500 atendimentos por mês durante o segundo semestre deste ano, ajudando o público infantil, adolescentes, adultos e idosos.

Para ter mais informações sobre agendamentos, procure a Uninassau da sua cidade.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.