Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Eleições 2016
Publicidade

"A maldade está na cabeça das pessoas", diz a candidata Ana Paula Tejano

O sobrenome verdadeiro é Mendonça, mas ela escolheu o "apelido" como nome de campanha

Eleições 2016|Juca Guimarães, do R7


A candidata mineira faz graça com o apelido de sentido malicioso
A candidata mineira faz graça com o apelido de sentido malicioso

Na cidade mineira de Contagem os apelidos e nomes engraçados são maioria entre os 557 candidatos que concorrem à Câmara Municipal. Tem Boneco, Banana, Todinho, Chá, Pantera, Dengo, Toninho F5, Totó, Panela, Zé Ninguém, João do Bar, Ronaldo Babão e Kiko Ressaca, entre muitos outros. Porém, um nome se destaca na lista pelo trocadilho: Ana Paula Tejano.

Segundo o artigo 31, da resolução 23.455 do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que regulamenta os registros das candidaturas, são proibidos nomes que "atentem contra o pudor", assim como nomes "ridículos" ou que "estabeleçam dúvida sobre a sua identidade". 

A candidata a vereadora se chama Ana Paula Teodoro Mendonça e conta que o "Tejano" foi uma brincadeira dos tempos de adolescentes que "pegou" como apelido. "Eu sempre tive esse apelido, as pessoas me conhecem mais como Tejano do que como Ana Paula, tanto que muitas nem fazem a ligação com o trocadilho", disse, que hoje tem 33 anos de idade e convive com o nome "Tejano" há mais de 20. 

Em meio a tantos nomes "diferentes" na disputa em Contagem, o juiz eleitoral, responsável pela validação das candidaturas, deixou passar a bricandeira em tom de trote da série "Os Simpsons". A gozação fica mais picante quando o nome da candidata se junta aos seus motes de campanha "pelos animais" e "pelas mulheres". Se eleita, ela pretende apresentar projetos de defesa dos animais e contra a homofobia. 

Publicidade

Ana Paula Tejano fez as contas e espera conseguir os dois mil votos necessários para vencer. A cidade tem 457 mil eleitores e são 21 vagas de vereador. O nome, segundo ela, não deve atrapalhar e talvez ajude um pouco. "As pessoas brincam com isso o tempo todo. Eu fico até um pouco tímida, mas não tem o que fazer. Eu adotei o nome e até já fiz alguns eventos chamados "FesTejando" aproveitando o apelido", disse.

A campanha é feita na base da camaradagem e com o apoio da família. São dez voluntários que ajudam a candidata a percorrer os bairros da cidade e distribuir os santinhos. "O partido ajudou com material de campanha, mas não deu dinheiro. Estou fazendo tudo do meu bolso já gastei entre R$ 2,5 mil e R$ 3,5 mil. Traço uma rota por dia e saio distribuindo os santinhos de porta em porta das 9h às 18h", disse a candidata, que já foi dona de um quiosque de comida em Esmeralda (MG).

Publicidade
A candidata espera receber 2 mil votos
A candidata espera receber 2 mil votos

O trocadilho com o nome de campanha da candidata viralizou na internet. A cópia da sua ficha de campanha com listas enormes de trocadilhos infames foi compartilhada milhares de vezes pelas redes sociais.

Segundo Ana Paula Tejano, o nome escolhido por ela para a candidatura não é ofensivo. "A maldade está na cabeça das pessoas", comentou. Além disso, ela usa a liberação da candidatura pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral) como argumento. "Se fosse impróprio, não teriam aprovado", disse. A candidata se considera uma grande fã do desenho dos Simpsons. "É o melhor desenho de todos. O bom humor faz bem à alma", concluiu.

Uma mudança de nome após as eleições não está nos planos da candidata. "O que realmente me importa é a voz povo que me eleger. Vou ser a voz deles na Câmara. Se eles me colocarem lá com esse nome, porque deveria mudar?".

A candidatura com o trocadilho foi validade pelo Tribunal Regional Eleitoral, apesar da regulamentação contrária
A candidatura com o trocadilho foi validade pelo Tribunal Regional Eleitoral, apesar da regulamentação contrária

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.