Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Eleições 2016
Publicidade

Candidata do Psol acusa filho de Doria: "Me mandou calar a boca"

Candidata conta que durante crítica a Doria, filho teria a mandado calar a boca

Eleições 2016|Caroline Apple, do R7


Candidata afirma ter batido boca com filho de João Doria
Candidata afirma ter batido boca com filho de João Doria

Houve um momento de tensão na plateia durante o debate dos candidatos à Prefeitura de São Paulo, na Rede Record, na madrugada desta segunda-feira (26). João Doria Neto, de 21 anos, filho de João Doria (PSDB), teria mandando uma candidata a vereadora do Psol calar a boca, por supostamente não ter gostado dos comentários feitos por ela e por sua assessora após uma declaração do tucano.

Sâmia Bomfim (Psol) conta que criticou a fala de Doria, quando ele explicava as políticas públicas voltadas às mulheres, que contemplava o acolhimento de "mulheres abandonadas pelo marido". 

— Falávamos como a afirmação dele havia sido machista. Foi então que o filho dele olhou para trás e me mandou calar a boca. Perguntei quem era ele para fazer isso. Ele acha que só por que tem um nome poderoso pode mandar as pessoas calarem a boca?

A assessoria de imprensa de João Doria nega que o jovem tenha mandando a candidata a calar a boca e explica que ele pediu silêncio, "em respeito ao debate".

— O João [Doria] estava dando uma resposta no debate quando ela começou a chamá-lo de porco machista. Foi então que ele se virou para ela e pediu silêncio, pediu respeito com o debate. Foi assim que começou essa história. Ele escutou ela ofendendo o pai e pediu silêncio e respeito ao debate. Foi então que ela correu para avisar a reportagem, numa nítida provocação e tentativa de emplacar uma nota.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.