Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Eleições 2022
Publicidade

Eleitores chegam para votar em MG e descobrem que já tiveram voto computado

Moradores de Brumadinho e Matozinhos, na Grande BH, denunciam que outras pessoas teriam usado os nomes deles

Eleições 2022|Lucas Eugênio*, da RecordTV Minas


Josiane voltou para casa sem conseguir votar
Josiane voltou para casa sem conseguir votar

Dois moradores da região metropolitana de Belo Horizonte denunciam que foram impedidos de votar neste domingo (02). Ambos relataram que foram informados pelos mesários que outras pessoas já teriam votado usando seus nomes.

A diarista Josiane Fernandes denunciou que chegou para votar, em Matozinhos, e não conseguiu exercer seu direito democrático porque uma pessoa votou no lugar dela. Ela contou que vota na Escola Municipal Luzia Algusto Deslandes e que no caderno já haviam assinado no nome dela e até retirado o comprovante de votação.

Depois de não conseguir votar e ser orientada a procurar o presidente da seção, Josiane chamou a polícia. "Tentei registrar um boletim de ocorrência, mas mandaram eu falar com o responsável pela eleição na escola. Na escola, disseram que uma tal de Josiane Fernandes teria votado no meu lugar. Mas isso não é problema meu e eu não pude votar nos meus candidatos", finalizou.

Leia também

Outro eleitor foi impedido de votar em Brumadinho pelo mesmo motivo. Cristia Manoel compareceu ao local de votação, mas outra pessoa já havia votado usando o nome dele. Ele denunciou o caso no Ministério Público.

Publicidade

O TRE-MG (Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais) disse, em nota, que "as ocorrências verificadas por ocasião da votação, serão lançadas pelos mesários em ata para posterior conhecimento e verificação."

* Estagiário da RecordTV Minas sob supervisão de Daniela Fernandes

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.