Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Hora 7
Publicidade

Filho vende frasco com as cinzas da mãe por R$ 150 (junto à cópia do certificado de cremação)

Anúncio dos restos mortais foi feito em rede social e viralizou. Vendedor diz que não tinha bom relacionamento com a falecida

Hora 7|David Plassa, do R7

Um anúncio no Facebook Marketplace, ferramenta voltada para a compra e a venda de produtos entre usuários, chamou a atenção de um tiktoker identificado como Mark. Ele administra um perfil especializado em itens curiosos negociados nas redes sociais, e o produto da vez foi um frasco com 60 g das cinzas da mãe do anunciante, a US$ 30 — valor equivalente a R$ 150, na cotação atual.

No texto de divulgação, o filho acrescentou que a compra incluía uma cópia do certificado de cremação da falecida. "Se eu vendesse as cinzas da minha mãe, ela voltaria dos mortos e me daria um tapa na cabeça", brincou Mark, em um dos vídeos no qual abordou a história.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Acontece que o compartilhamento do tiktoker chegou até "Lauren, a Funerária", que também administra um perfil na rede de vídeos curtos e que demonstrou muito interesse pelo produto. Inclusive, ela garantiu que esse tipo de transação era legal nos EUA — o que foi posteriormente confirmado pelo jornal New York Post, por meio de artigo no site Law.com.

Publicidade
Chris Brown vendeu um frasco com as cinzas da mãe por valor equivalente a R$ 150
Chris Brown vendeu um frasco com as cinzas da mãe por valor equivalente a R$ 150 Chris Brown vendeu um frasco com as cinzas da mãe por valor equivalente a R$ 150

Sendo assim, Mark comprou o frasco com as cinzas e o enviou a Lauren, que feliz da vida comemorou em nova gravação: "A vovó chegou!". Em seguida, ele postou uma entrevista com o vendedor, chamado Chris Brown.

Durante o encontro, Brown explicou que o relacionamento dele com a mãe não era dos melhores, e que a presença dela, mesmo na forma de cinzas, o deixava "inquieto". Levou um tempo até ele decidir o que faria: "Simplesmente jogo no lixo? Apenas dou descarga? Não sei, nada disso me trouxe paz", revelou. "Meio que fiz uma postagem no Facebook para ver como seria, e simplesmente explodiu."

Publicidade

Para Brown, foi um alívio o desfecho da história. "Todo mundo sempre diz que você deveria perdoar os mortos, porque eles estão mortos", refletiu. "[mas] Ela nunca tentou consertar as coisas quando estava aqui."

Muito louco! A funerária que deixa os mortos parecendo vivos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.