Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Hora 7
Publicidade

Mãe heroica bota onça-parda para correr e salva filho da morte

Ataque ao menino de 5 anos ocorreu próximo à fazenda, na Califórnia (EUA). Ele sofreu lacerações e fratura perto de um dos olhos

Hora 7|Do R7


Mãe heroica lutou contra onça-parda para salva o filho da morte
Mãe heroica lutou contra onça-parda para salva o filho da morte

Uma mãe não mediu esforços para salvar a vida do filho de 5 anos, atacado por uma onça-parda nos arredores da fazenda da família, numa zona rural da Califórnia (EUA). No início da noite da última terça-feira (31), Jake caminhava pelo local ao lado da mulher e do avô quando acabou nas garras do felino.

Conforme reportado pelo tabloide Daily Star, o garotinho foi jogado no chão pelo felino e sofreu lacerações no rosto, além de um trauma próximo a um dos olhos.

No entanto, a intervenção da mãe impediu o pior e pôs o predador para correr. "Aquele leão-da-montanha [como o animal também é chamado na América do Norte] escolheu a criança e a mãe erradas para mexer", avaliou a tia de Jack, Amie Wagner.

Vale o clique: 'Fantasiado, sinto que não sou mais humano', diz homem que gastou R$ 120 mil em traje realista de lobo

Publicidade

O menino foi encaminhado às pressas para o hospital, onde recebeu tratamento para os ferimentos. "Ele está coberto de cortes, hematomas e arranhões", contou Amir.

Leia também

Enquanto a família de Jake tenta levantar fundos na internet para arcar com as despesas médicas, o departamento de Pesca e Vida Selvagem da Califórnia pretende coletar amostras de DNA das roupas do menino para identificar o leão e retirá-lo da natureza.

Publicidade

Apenas 20 ataques de onças-pardas a humanos foram registrados no estado em cem anos. Apesar disso, a frequência dos encontros tem aumentado nos últimos tempos.

Já a advogada a seguir encontrou uma onça-parda dormindo no sofá da casa onde mora. Confira abaixo!

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.