Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Hora 7
Publicidade

Mulher compra casa dos sonhos e descobre infestação de cobras nas paredes: 'Medo de dormir'

O cachorro de Amber Hall foi o primeiro a ver que tinha algo errado na residência nova; ao menos dez cobras 'assustadoramente grandes' foram encontradas

Hora 7|Do R7


Uma mulher descobriu que as paredes da casa que ela acabara de comprar eram a moradia de um bando de cobras. Amber Hall afirmou ter ficado assustada com a infestação de cobras "assustadoramente grandes", na nova residência, e agora mal consegue dormir.

Amber comprou o imóvel no Colorado, Estados Unidos, e estava muito animada com a mudança para a primeira casa própria.

Nos primeiros dias na nova residência, enquanto ainda desfazia as malas, o cachorro dela começou a "andar com cautela" ao chegar perto da garagem e dos cômodos que se ligavam a ela.

Amber já encontrou 10 cobras nas paredes da casa
Amber já encontrou 10 cobras nas paredes da casa

O animal chegou a latir para as paredes, e, após a insistência do animal, lá foi ela conferir o que era.

Publicidade

"Eu vim para ver o que ele estava olhando, pensando que era uma aranha ou algo assim (...) e vi cobras subindo pela parede. Então, entrei em pânico", contou Amber, de 42 anos, em entrevista ao canal Denver7News, no último dia 3.

A primeira invasora Amber encontrou pendurada em uma porta, e logo depois achou outras em uma parede especialmente quente.

Publicidade

Em duas semanas na casa dos sonhos, Amber já achou dez cobras escondidas em fendas das paredes e do teto.

Até o momento, ela já gastou mais de 1.000 dólares (R$ 5.000, na cotação atual) para contratar um resgatador especializado em cobras. Segundo o técnico, pelo tamanho dos animais é possível que algumas cobras estejam morando na casa há dois anos.

Leia também

Agora, nem ela nem os filhos conseguem dormir ou terminar de arrumar a residência, por medo de novas cobras escondidas.

"Não consigo desempacotar nenhuma das minhas coisas porque, definitivamente, tenho medo de que haja cobras nas caixas ou embaixo delas", afirmou Amber na entrevista.

A suspeita é de que trata-se de cobras inofensivas do gênero Thamnophis, mas o tratador considerou essas anormalmente grandes — um réptil do gênero tem cerca de 1,5 m —, mas ele não informou o tamanho dos animais encontrados.

A situação ainda não está totalmente resolvida, uma vez que a imobiliária que vendeu a casa disse que não sabia do problema quando fez a venda.

LEIA ABAIXO: Cobra gigantesca tenta invadir casa pela janela, mas termina jogada em cima de carro

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.