Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Hora 7
Publicidade

Turista afirma ter sofrido queimaduras de terceiro grau no rosto após comer caju no México

Fruta contém cardol e ácido anacárdico, substâncias cáusticas que podem provocar irritações ao entrarem em contato com a pele

Hora 7|Do R7

O britânico Thomas Harold Watson, 28, passeava pela cidade mexicana de Campeche, quando decidiu degustar alguns cajus que avistou na barraca de um mercado local. No entanto, segundo ele, as frutas teriam provocado queimaduras de terceiro grau em seu rosto.

Turista teve queimaduras de terceiro grau no rosto após comer caju (Reprodução/Thomas Harold Watson (via New York Post))

“Pensei em abri-lo, parecia um maracujá — mordi e explodiu imediatamente”, lembrou Thomas, conforme reportado pelo jornal New York Post. “Instantaneamente, pude sentir fogo passando pela minha boca.”

No dia seguinte, o turista afirma que o rosto dele estava completamente queimado e com crostas de ferida. “Meus lábios estavam queimados, literalmente pareciam que dissolveriam.” A situação era tão assustadora, que até as mãos dele descascaram.

Em pesquisa no Google, Thomas constatou que os cajus possuem cardol e ácido anacárdico, substâncias cáusticas que podem causar lesões ao entrarem em contato com a pele de algumas pessoas. Apesar da descoberta, ele evitou ir ao médico, para não ter que arcar com um valor de consulta acima do qual conseguiria pagar.

Ainda assim, compartilha a experiência dolorosa, para outros turistas pesquisarem o que vão colocar na boca durante as viagens que realizam. “É sempre bom comer alimentos locais, mas acho que também é bom ter um pouco de conhecimento sobre eles”, concluiu.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.