Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Alemanha tem maior índice recente de infecções por coronavírus

País atingiu marca de 100 casos por 100 mil habitantes nos últimos sete dias; taxa costumava ser critério para imposição de lockdown

Internacional|Do R7


Ministro da Saúde alemão descartou possível lockdown por causa da vacinação
Ministro da Saúde alemão descartou possível lockdown por causa da vacinação

A Alemanha registrou neste sábado (23) a maior incidência de infecções por coronavírus desde meados de maio deste ano, atingindo a marca de 100 casos por 100 mil habitantes nos últimos sete dias. Esse número costumava ser o critério para imposição de rígido lockdown.

No entanto, o ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, observou que o país poderia lidar muito melhor agora com a Covid-19 devido à vacinação, embora tenha dito que restrições, como uso de máscara e limites para atividades em ambientes fechados para pessoas não vacinadas, permaneceriam até a próxima primavera no Hemisfério Norte, ou seja, pelo menos até março de 2022.

Em sete dias, a taxa de incidência de casos, que até agosto era usada para decisões sobre restrições mais rigorosas, subiu para 100 neste sábado — era 95 na sexta-feira —, disse o Instituto Robert Koch, responsável pelo controle da doença.

Um total de 15.145 novas infecções foram relatadas neste sábado, 4.196 a mais do que no mesmo período no sábado passado, acrescentou. Outras 86 pessoas morreram, elevando o total para 95.077.

O aumento ocorre em um momento em que o estado de emergência nacional está perto de expirar, no dia 25 de novembro. Isso significa que as restrições expirarão automaticamente nessa data, a menos que sejam estendidas por votação parlamentar.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.